• Da redação

Então é Páscoa de novo. Época de intoxicações por chocolates

Todo ano a gente avisa. Chocolate não é para cachorro e muito menos para gatos.

Chocolates causam intoxicações graves em cães e gatos, podendo até ser fatais. O alimento contém um tipo de substância chamada metilxantina. Na composição dos chocolates podemos encontrar não apenas uma metilxantina, mas duas: a teobromina e a cafeína. Ambas estimulam o sistema nervoso central e causam agitação. A presença da cafeína reforça o efeito tóxico da teobromina.

A teobromina é de difícil metabolização por cães e gatos e leva até 6 dias para ser eliminada do organismo. Por isso, mesmo que o animal tenha ingerido chocolate e não passado mal na primeira vez, após uma segunda ingestão ele pode começar a apresentar os sintomas da intoxicação.

Além disso, a teobromina está presente nos chocolates em diversas quantidades. Quanto mais puro e escuro for o chocolate, mais teobromina ele possui. E, chocolates brancos também possuem a substância. Por esse motivo, não existe quantidade de segura para oferecer chocolates ao pet.

A teobromina faz um grande estrago no organismo do animal. Ela causa excitação, crises alérgicas, aumento da pressão arterial, taquicardia, arritmia, tremores, ofegância, incontinência urinária e convulsões. Já a cafeína causa taquicardia, taquipneia, hiperexcitabilidade, tremores e, às vezes, convulsões.

Os sintomas de intoxicação por teobromina são: vômito, diarreia, beber água em excesso, urina em excesso, náuseas e arritmias cardíacas. Alguns animais apresentam incontinência urinária, hipertermia e, nos casos mais graves, coma e morte. Pode haver hemorragia intestinal entre 12 e 24 horas após a ingestão da substância.

No caso de ingestão acidental de chocolates, procure o médico veterinário imediatamente para instituir o tratamento de suporte para intoxicações.

Como integrar o pet às comemorações da Páscoa?

Seja criativo. Na verdade, cães e gatos nem sabem o que é Páscoa. Tudo o que importa para eles é fazer parte da festa. Espera! Isso talvez só funcione com os cães.

Tem gato que não gosta muito de festa. Mas tem gato que participa de todas as reuniões familiares, nem que seja apenas para observar.

Então, sabendo disso, o que todo tutor pode fazer é dar atenção para o pet. Atenção e carinho durante o feriado que você passa em casa compensa todo o chocolate que eles não podem comer. E todos os petiscos que eles não deveriam comer.

E para tutores que adoram dar presentes, aqui vai uma dica: existe uma infinidade de produtos no mercado pet que têm cheiro de chocolate, se parecem com chocolate mas são seguros para cães e gatos. Você pode presentear seu melhor amigo com eles. Ou então, com um brinquedo novo. O que é melhor ainda.

Mas lembre-se, brincar sozinho é muito chato. Optou pelo brinquedo, faça parte da brincadeira você também.

Agora que você já sabe todo o mal que o chocolate pode fazer aos pets, fica mais fácil resistir aquele olhar de pidão que eles fazem. Boa Páscoa!

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________