• Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Estudantes da rede municipal visitam aterro sanitário na Água Branca

Alunos aprendem sobre a destinação correta do lixo domiciliar.

Foto: Divulgação/PMI

Um grupo de alunos da rede municipal de ensino de Ilhabela esteve em visita ao aterro sanitário na Água Branca. A iniciativa, além de trazer à mente dos estudantes a celebração do Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, também serviu para conscientizá-los sobre a importância do descarte correto do lixo domiciliar.

Divididos em três turmas, os alunos do 3º ao 5º ano da E.M. Professora Dercy de Andrade de Castro fizeram uma visita especial ao Centro de Triagem onde receberam informações sobre os diversos materiais recicláveis a exemplo da separação correta visando o destino à coleta seletiva.

Dentro deste contexto, os estudantes além de tomarem ciência sobre o lixo doméstico, também ouviram sobre o descarte de lixo nas ruas, praças entre outros espaços públicos, bem como em trilhas, cachoeiras e rios, tendo sido salientado o alto impacto que tais materiais, descartados incorretamente, podem causar ao meio ambiente. Os grupos ainda foram orientados a recolher o lixo jogado no chão e depositá-lo na lixeira mais próxima.

No Centro de Triagem

No Centro de Triagem do aterro sanitário, os estudantes souberam que cada material é separado de acordo com grau de sua decomposição e que depois de agrupados e prensados, são destinados à reciclagem conforme sua composição. Os compostos por vidros, são destinados à empresas de reciclagem localizadas em São Paulo e Guaratinguetá; plásticos e papelão, vão para as cidades de Guaratinguetá e Vale do Paraíba.

Toda explicação partiu dos próprios coletores que atuam na Cooperativa instalada logo na entrada do aterro. Além de explicarem sobre o processo de triagem, conversaram com as crianças a respeito da destinação correta de materiais cortantes, a exemplo de vidros e lâminas, os quais devem estar devidamente armazenamentos e identificados para evitar acidentes. O ideal, de acordo com os catadores, é que sejam envoltos em jornal, papel, papelão ou colocados em um recipiente devidamente identificados. Essa medida é fundamental para garantir a integridade e segurança dos funcionários, pois são comuns casos de cortes e ferimentos causados por estes materiais.

A visita ocorreu graças à parceria entre as Secretarias de Educação e Meio Ambiente e o Centro de Triagem.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________