• Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Ilhabela investe para ser o melhor destino de natureza do Brasil

Cidade lança marca turística em sua estreia no WTM Latin America 2018 com estande próprio.

Foto: Ronald Kraag

A cidade de Ilhabela (SP) lançou ontem, 3, sua nova marca turística durante a WTM Latin America 2018, no Expo Center Norte (na capital paulista). A estratégia faz parte das iniciativas para alcançar o reconhecimento de Ilhabela como o melhor destino de natureza do Brasil até 2020. Com o slogan “Ilhabela. Vida Natural”, a apresentação da marca ao mercado é um dos pontos altos do novo Plano Estratégico de Marketing Turístico, que propõe reposicionar o destino para além de sol e praia.

Desenvolvido em 2017 e aprovado no último mês de dezembro, o Plano foi feito pela GKS Negócios Sustentáveis para a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, que lidera as ações de profissionalização do turismo em Ilhabela. A própria participação do destino na WTM LA 2018 é um dos marcos dos investimentos previstos para valorizar o amplo potencial turístico da cidade.

A marca turística foi elaborada a partir de um processo de cocriação que envolveu representantes das comunidades locais. Ela representa o novo branding da cidade e está diretamente relacionada a atributos identificados em pesquisas com turistas e moradores, como paraíso natural; sustentabilidade e preservação; bem-estar; tranquilidade, sossego, segurança e paz; simpatia e hospitalidade; diversidade; e riqueza histórico-cultural. Além disso, as experiências relacionadas ao turismo em Ilhabela associaram o destino a qualidades como “mágica”, “encantadora”, “bela”, “espetacular”, “única” e “incomparável”, entre outras. As pesquisas foram realizadas pela RP Propaganda, responsável pelo desenvolvimento final da marca.

“Somos um município-arquipélago, único no Brasil, e de uma natureza exuberante que agora está refletida no nosso posicionamento e na forma como promovemos Ilhabela”, comenta o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini. Dessa forma, o marketing turístico passa a enfatizar a cidade como destino de natureza, valorizando o potencial para atividades livres além daquelas relacionadas a sol e praia.

Riqueza e diversidade natural

Ilhabela tem 84% de seu território inserido em uma unidade de conservação de proteção integral – o Parque Estadual de Ilhabela – e foi declarada pela Unesco como parte da reserva de biosfera da Mata Atlântica. Também foi reconhecida pela Birdlife International como detentora de 300 espécies de aves. O município possui ainda uma das paisagens mais acentuadas da costa brasileira, o que permite um conjunto diverso de atividades de montanha e trilhas. No mar, o Santuário Ecológico Municipal da Ilha das Cabras é um convite aos apreciadores de mergulho, que podem apreciar também as histórias e os vestígios dos famosos naufrágios ocorridos na região.

O inventário da ampla e diversa oferta turística de Ilhabela soma 22 cachoeiras e poços, 48 pontos de mergulho, 41 praias e 20 trilhas para caminhada. “Nosso novo posicionamento e nossa marca agora fazem justiça a esse imenso potencial turístico que deve impulsionar o desenvolvimento local e sustentável de Ilhabela”, afirma o prefeito Márcio Tenório.

De acordo com o prefeito, a cidade sempre reforçará seu título de Capital Nacional da Vela (definido em 2011 pela Lei Federal n˚ 12.457/2011), mas o turismo relacionado aos esportes náuticos, em geral, passa a ser um dos segmentos a ser valorizado pela promoção de Ilhabela, e não o principal. Outra ênfase será no turismo de eventos, que busca valorizar programações corporativas e festividades de casamentos, que hoje já são uma realidade na cidade durante todo o ano.

“Em torno de todos esses segmentos, estamos valorizando as tradições de nossas comunidades tradicionais, sua gastronomia e suas manifestações culturais, como a Congada – uma das mais antigas do País”, complementa Tenório. Da mesma forma, a história pré-colonial (presente nos 62 sítios arqueológicos cadastrados pelo IPHAN) e colonial (evidenciada na arquitetura dos casarões) reforça a diversidade cultural da ilha. Vivências nas diversas comunidades tradicionais passam a ser estruturadas como produtos turísticos aliados às experiências na natureza.

Estratégia de mercado

A ampliação do posicionamento turístico propõe não apenas ajustar a promoção do destino à riqueza natural e cultural de Ilhabela como também reduzir a sazonalidade do turismo – altamente concentrado no verão. A ampliação da oferta turística é também uma meta específica à medida que alcançará um público maior e disposto a investir mais nos diferentes atrativos do destino.

Para consolidar a imagem de Ilhabela como destino de natureza, as ações de promoção terão foco inicial no mercado paulista, onde já foi detectada uma demanda turística de alto potencial. Demais estados do Sudeste brasileiro, além de Rio Grande do Sul e Paraná, também estão entre os emissores-alvo principais, além dos mercados internacionais – especialmente Argentina, Chile e Peru. Os esforços de promoção e estruturação do turismo ao longo dos próximos dois anos se evidenciam a partir da própria participação de Ilhabela da WTM Latin America, que pela primeira vez possui um estande próprio para uma comunicação própria e qualificada com o trade turístico.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________