• Da redação

Lugar de passarinho não é na gaiola!

Se você quer se deliciar com o canto e a alegria que os pássaros trazem para nossas vidas, o melhor é aprender a interagir com eles em liberdade.

Tem muita gente que é fascinada por voar. Ter a mesma liberdade de um pássaro para sair por aí, flutuando com leveza e ir para onde quiser. Por outro lado, tem muito mais gente ainda que se acha no direito de ter um pássaro preso em gaiola. Seja um que ele mesmo capturou, ou um que foi comprado no comércio de animais. Antes mais nada, vamos falar sobre a legalidade do ato. Pássaros não são animais de estimação. Capturar e aprisionar animais silvestres (categoria em que a maioria dos pássaros se encontra) é considerado crime pela Lei de Crimes Ambientais. Quem é pego por essa lei, está sujeito à detenção e multa. Sem falar que cortar as asas de um pássaro para que ele não voe, como fazem com papagaios e calopsitas, é mutilação de animais e considerado crime de maus tratos pela mesma lei. Mas, vamos usar o bom senso. Se o pássaro, não importa qual seja, foi feito para voar, qual ganho ele tem ficando preso em gaiola? Alegrar quem o aprisiona com seu canto? Ter comida e água todo dia? Mas, será que livre na natureza ele não teria as mesmas oportunidades, não cantaria ainda mais e seria mais feliz? Manter pássaros em gaiolas é puro egoísmo humano. Todo pássaro nasce para ser livre. Todo pássaro nasce para voar. Mesmo espécies consideradas domésticas como Canário do Reino, Periquito ou Calopsita. E presos em gaiolas, não importa o tamanho nem os cuidados que você tenha, eles entram em depressão e se automutilam, arrancando as próprias penas. Antes de aprisionar um ser vivo que foi feito para viver em liberdade, coloque-se no lugar dele. Você cantaria feliz estando contido num espaço pequeno sabendo que tem meios para ganhar o mundo livremente? Você ficaria feliz e grato apenas por ser alimentado todo dia, mesmo sabendo que, em liberdade, teria condições de se alimentar melhor? Respeito às espécies deveria ser inerente ao ser humano. Infelizmente, não é.

Saiba como interagir e ser amigo dos pássaros

Pássaros aprendem rápido onde está a comida. Se, ao invés de aprisionar você colocar alimentos como frutas e misturas para pássaros (produto facilmente encontrado em lojas de produtos para animais e até mesmo supermercados) todo dia no mesmo lugar, você será presenteado com a alegria, o canto e a liberdade desses seres lindos. Faça essa experiência, troque a gaiola por um lugar em seu quintal. Pode ser no jardim, uma base num galho de árvore ou até mesmo o parapeito da sua janela. Você escolhe. Coloque todos os dias, frutas e ração para pássaros. No começo, eles virão timidamente, aos poucos. Logo depois, você será presenteado todos os dias com a visita deles. E as espécies podem variar conforme o período do ano. E isso pode ser feito até mesmo nas grandes cidades. Mas é claro, se você tem gatos, o ideal é que os comedouros e as frutas fiquem em locais em que ele não possa ter acesso. Use o bom senso! Lugar de passarinho não é na gaiola!

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________