• Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Ilhabela lança projeto de prevenção às drogas “A Ilha é mais Bela sem drogas”

Projeto atenderá cerca de 1.300 alunos do ensino fundamental II.

Foto: Divulgação/PMI

A Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Educação, iniciou na terça-feira (24), as palestras do novo projeto de prevenção às drogas “A Ilha é mais Bela sem drogas”, para os alunos do ensino fundamental II.

As drogas têm feito parte da vida dos adolescentes e de suas famílias, cada vez mais cedo. “Vendo muito dos jovens de nossa cidade se envolverem precocemente com as drogas, a minha esposa Júlia Tenório preocupada com o futuro deles e de suas famílias, tinha o desejo de ajudá-los a sair do vício e buscou junto à Secretaria de Educação a parceria que viabilizou o projeto “A Ilha é mais Bela sem Drogas”, visando a prevenção do uso de drogas”, explicou o prefeito Márcio Tenório.

O projeto começou com a formação dos professores da disciplina de Língua Portuguesa. “É um projeto grande na prevenção e combate ao uso de drogas, por isso o envolvimento de todos é imprescindível para alcançar o nosso objetivo. A Secretaria de Educação está empenhada em ajudar os jovens e suas famílias; não podemos deixar que o futuro desses adolescentes seja comprometido pelo vício de entorpecentes, por isso intervimos antes que aconteça”, declarou a secretária da pasta Yeda Lopes.

Após a formação dos professores, foi entregue para cada aluno um exemplar do livro “Droga – disfarce irresistível”, que conta a história pessoal da autora Laila Maffra, também idealizadora do projeto. “O “Escola Sem Drogas” vem estabelecendo parcerias com instituições de ensino público e privado. Ele chegou a Ilhabela, e nesse primeiro momento, integrando o “A Ilha é mais Bela sem Drogas”, essas escolas receberão os livros e DVDs de minha autoria. São ferramentas literárias que serão trabalhadas pelos professores em sala de aula. Com isso, espera-se alcançar; os estudantes, educadores e os pais. Com essa proposta vamos sair do padrão de campanhas antidrogas, mostrando o que realmente acontece e as consequências do uso de entorpecentes”, disse Laila Maffra.

Além disso, a Secretaria de Educação trabalha a prevenção ao uso de drogas ilícitas de outras formas. “A prevenção é uma constante no município: para o fundamental I temos o programa da Polícia Militar do Estado de São Paulo, o “Proerd” que desenvolve atividades com alunos do 5º ano. Já para o fundamental 2 foi solicitado algo mais arrojado e impactante. Então, veio o projeto ” escolas sem drogas” que a autora utiliza seu livro “drogas, disfarce irresistível” como didática para atrair a atenção dos alunos sobre sua vida em família e suas experiências com drogas no contexto escolar”, finalizou a diretora pedagógica do ensino fundamental 2, Vilma Barreto.

Na manhã desta quarta-feira (25), a palestra foi ministrada na E.M. Ruth Cardoso, e encerrando a primeira etapa na sexta-feira (27), será a vez dos alunos da E.M. Waldemar Belisário.

A segunda etapa do projeto será realizada entre os dias 21 e 25 de maio, quando ocorrerá o encerramento.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________