• Fonte: Prefeitura de Ubatuba

Ubatuba finaliza segunda rodada de oficinas para conclusão de Plano Municipal de Turismo

Após o encerramento das oficinas, o documento será apresentado em uma reunião do Conselho Municipal de Turismo para, então, ser encaminhado à Câmara Municipal para Audiência Pública seguida de aprovação.

Foto: Divulgação/PMU

A elaboração do Plano Municipal de Turismo está na reta final. A secretaria de Turismo, juntamente com a empresa responsável – Urbatec, vencedora da licitação, realizaram na última semana a segunda rodada de oficinas com a comunidade nas regiões centro oeste, norte e sul.

O secretário da pasta, Luiz Bischof, participou de todos os encontros desta segunda rodada e destacou que, em todos, o que chamou a atenção foram os questionamentos dos grupos participantes sobre gastronomia, valorização das comunidades tradicionais, preservação da Mata Atlântica, sinalização e acesso às praias e outros assuntos que englobam o turismo na cidade.

As explanações contaram com a participação do turismólogo Murilo Ziani, da Urbatec, que conduziu as três oficinas e apresentou como está o plano. De acordo com Bischof, já foi feito o inventário do Turismo e agora, falta apenas a última rodada de oficinas, previstas para final de maio.

“A participação da sociedade e muito importante. O Plano vai direcionar o turismo da cidade para os próximos três anos. Após esse período, deverá ser revisto”, afirmou Bischof. Ele ainda acrescentou que todo o processo está sendo realizado com verba prevista no Dadetur.

Após o encerramento das oficinas, o documento será apresentado em uma reunião do Conselho Municipal de Turismo para, então, ser encaminhado à Câmara Municipal para Audiência Pública seguida de aprovação.

O PDITS - Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável é uma solicitação do Governo do Estado através da Lei Complementar nº 1261/15, que estabelece condições e requisitos para a classificação de estâncias e de municípios de interesse turístico a fim de que possam receber os recursos do fundo de melhorias das estâncias.

Uma das exigências da nova lei é que as estâncias utilizem 15% dos recursos em serviços de promoção, capacitação e divulgação das cidades, sendo essa uma iniciativa pioneira.

O resultado irá compor o diagnóstico de Ubatuba quanto a sua oferta de serviços e norteará os investimentos municipais no turismo da cidade.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________