• Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Centro de Referência Animal recebe viatura da Prefeitura de Ilhabela

O veículo, 0km, a diesel, com tração 4×4, será usado pelo Centro no resgate de animais vítimas de maus tratos, bem como no atendimento ao programa “Veterinário da Família”, em um trabalho conjunto com a ONG Apailha. O CRA nasceu com a assinatura de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), firmado entre a Prefeitura e o Ministério Público

Foto: Divulgação/PMI

O prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório, acompanhado do secretário adjunto de Saúde, Gustavo Barboni, e da secretária de Meio Ambiente, Salete Magalhães, entregou na manhã de hoje (9), as chaves de uma caminhonete Mitsubishi L-200, à equipe de trabalho do CRA (Centro de Referência ao Animal).

O veículo, 0km, a diesel, com tração 4×4, será usado pelo Centro no resgate de animais vítimas de maus tratos, bem como no atendimento ao programa “Veterinário da Família”, em um trabalho conjunto com a ONG Apailha.

De acordo com o diretor de Saúde Ambiental, Rodrigo Correia, que participou da solenidade de entrega, a iniciativa dinamizará os trabalhos das duas entidades uma vez que, segundo estatísticas do CRA, são registrados – diariamente – aproximadamente 12 casos de maus tratos contra animais, além de 40 visitas às casas dentro do referido programa desenvolvido pelo Centro de Referência Animal.

Verbas

A caminhonete foi adquirida por meio de emenda ao orçamento do Estado, apresentada pelo deputado estadual Roberto Tripolli (PV), no valor de R$ 200 mil. O investimento também envolve a compra de equipamentos de Raio-X e melhoras no centro cirúrgico do CRA.

Uma segunda verba de R$ 500 mil – emenda apresentada pelo deputado federal Ricardo Tripolli (PSDB) – será destinada à Saúde. Ambas, dos deputados Roberto e Ricardo Tripolli, respectivamente, foram solicitadas pela então vereadora Salete Magalhães.

Voluntariado

Referência não apenas no Litoral Norte, mas em vários estados brasileiros, o CRA conta agora com o apoio do trabalho voluntário. Andressa Jung de Menezes, de Porto Alegre (RS), que há três meses reside no bairro da Água Branca, e Noêmia da Costa, que aportou na Ilha em agosto de 2017, vindo da Praia Grande, na Baixada Santista, são algumas das voluntárias que atuam no Centro.

“Este é um lindo trabalho”, disse Noêmia. “Aqui temos consultas de graça o que é muito importante, pois as consultas, fora daqui, ou seja, do CRA, são muito caras e uma grande parte da população não consegue arcar com essa despesa, além dos serviços de coleta de sangue e exames como o de Raio-X”, acrescentou.

O prefeito Márcio Tenório, por sua vez, observou a importância histórica do CRA – que atualmente é referência no país – para o Município. “Os investimentos que temos realizado transformaram o Centro nessa referência nacional. Melhoramos muito o atendimento na unidade e continuaremos a investir dentro desse mesmo propósito”, frisou.

Tenório lembrou que o CRA começou a existir em Ilhabela após a assinatura de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), firmado entre a Prefeitura e o Ministério Público. “Naquela época nascia o ‘Cão Ilhéu’, hoje, denominado ‘Centro de Referência Animal’, o nosso CRA”, concluiu o prefeito.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________