• Isabela Alves, Observatório do 3º setor

Fiscalização do Ministério do Trabalho resgata 504 pessoas em situação de trabalho degradante

Esse número é relativo apenas aos cinco primeiros meses deste ano. Denúncias podem ser feitas nos postos do Ministério do Trabalho em todo país e também através do Disque Direitos Humanos (Disque 100).

Foto: Divulgação

Apenas nos cinco primeiros meses deste ano, grupos móveis de fiscalização do Ministério do Trabalho resgataram 504 trabalhadores submetidos a condições degradantes de trabalho no Brasil. Deste total, 319 trabalhadores foram resgatados somente no mês de maio, em propriedades urbanas e rurais.

Ao todo, foram 28 ações de resgate entre janeiro e maio. Os trabalhadores em situações de trabalho degradante foram resgatados principalmente nas atividades de criação de bovinos, construção civil, coleta de castanha e produção de carvão vegetal. Minas Gerais e Pará foram os estados com maior número de ações no período (5), seguidos de Roraima (4). Houve, ainda, ações nos estados de Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

As denúncias de trabalho análogo ao de escravo podem ser feitas nas unidades do Ministério do Trabalho em todo o país e também por meio do Disque Direitos Humanos (Disque 100).

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________