• Denise Martins Silveira

Escuna leva o público para sentir as emoções da Semana de Vela de Ilhabela gratuitamente

Hospitality Boat zarpa diariamente do Píer da Vila e leva até 90 pessoas para acompanhar as regatas da competição náutica mais importante da América Latina. Inscrições para os passeios são feitas no estande do Turismo no Race Village. Ação segue até o próximo sábado (28).

Hospitality Boat - Foto: Divulgação

Imagine sentir as emoções de uma regata oceânica mesmo sem ter as habilidades de um velejador. Na Semana de Vela de Ilhabela isso é possível graças ao Hospitality Boat, uma escuna que leva até 90 pessoas para acompanhar as disputas no mar diariamente até o próximo sábado (28). A experiência criada pela prefeitura da cidade visa democratizar o esporte náutico e integrar a comunidade com a maior competição da modalidade na América Latina. Por isso, assim como todas as atividades do Race Village, o passeio pelo canal de São Sebastião é grátis. A embarcação zarpa do Píer da Vila, sempre a partir das 11h, e as inscrições são feitas no estande do Turismo no Race Village e no Yach Club de Ilhabela. “Estamos investindo para ratificar a condição de Ilhabela como a capital nacional da vela. Esse investimento não é apenas financeiro, mas na integração das pessoas com o esporte, tanto moradores como os turistas que visitam nossa cidade. Daí a iniciativa de disponibilizar uma escuna que coloca as pessoas, literalmente, dentro de uma regata. Paralelamente, oferecemos todas as informações, com imagens e um mapa virtual com tudo o que ocorre no mar em tempo real”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Ricardo Fazzini. As pessoas embarcadas na escuna no primeiro dia de regatas da 45ª Semana de Vela, no sábado (21), vivenciaram a experiência de acompanhar a largada de dentro d’água. Crianças com os pais, casais, grupos de amigos e familiares, moradores locais e turistas, se divertiram nas cerca de três horas de passeio pelo canal de São Sebastião. Pessoas de todas as idades puderam ver de perto barcos de diferentes tamanhos e suas manobras. De ‘marinheiros de primeira viagem’ a ‘lobos do mar’, a avaliação foi positiva. Tanto que muitos saíram do barco programando novos passeios ao longo da semana. Paraíso da Vela

Esse é o plano do casal argentino Martin e Silvana Sola. Ele é velejador há 40 anos – hoje está com 62 anos - anos e aproveitou o passeio de escuna para explicar detalhes táticos e técnicos dos barcos para a mulher. “Essa ilha é o paraíso da vela e quanto mais pessoas acompanharem um evento como esse pela parte de dentro, mais pessoas terão vontade de velejar”, contou ele, que garantiu ter agendado novas incursões no Hospitality Boat até o final da Semana de Vela. “Achei fantástica essa iniciativa da administração local em oferecer uma embarcação grátis para o público acompanhar as regatas”, completou Silvana. As amigas Paloma Santana de Lima Silva e Bárbara de Oliveira Tenório não precisaram percorrer milhares de quilômetros, como o casal argentino, para apreciar as belezas de Ilhabela. Naturais da cidade, foram para a água acompanhar a performance dos maridos, ambos tripulantes do barco Ginga, da classe HPE, tetracampeão da Semana de Vela. “É bacana poder ver um esporte de perto e conferir a estrutura que Ilhabela dá para os atletas locais”, afirmou Paloma. “Antes só acompanhava as regatas do píer ou, às vezes, pegava o barco do pai. Agora, os moradores e turistas podem ir para o mar”, disse Bárbara, que estava acompanhada dos pais, Roberto e Isabele Tenório. “Já pilotei meu barco durante a Semana de Vela, mas sem a preocupação com a pilotagem, enxergo com mais tranquilidade”, explicou Roberto. O publicitário Carlos Henrique Serra não nasceu em Ilhabela, mas há seis anos escolheu a cidade para viver com a mulher, Alice Emmanuelle, e a filha, Alice Beatriz. Os três embarcaram no Hospitality Boat para uma experiência nova para a família. “Eu já tinha acompanhado a Semana de Vela por terra, mas no mar é a primeira vez. É maravilhoso, uma experiência única. Outra visão. Outra sensação. Outra realidade”, elogiou. “Minha filha veio para Ilhabela com nove meses e hoje, com seis anos e meio, viveu um momento mágico no barco. Para nós, moradores, viver uma experiência dessas é uma coisa única”, completou ele, que é natural de São Bernardo. Sandra Leal Brandão é de São José dos Campos, mas acompanha a Semana de Vela de Ilhabela há dez anos. Ao lado de um grupo de amigas, ela também aproveitou o passeio de escuna para ver de perto os veleiros que largaram para a regata Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil. “É a minha segunda vez no Hospitality Boat (ano passado a prefeitura disponibilizou o barco por um dia) e é sempre muito bom. Ano passado foi bem legal. Acompanhar de dentro da água é o melhor. É o top. Quem puder, recomendo que venha experimentar essa experiência”.

Paloma, Bárbara e os pais Roberto e Isabele no Hospitality boat (esq. para dir.)  - Foto: Divulgação

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________