• Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba

Alunos da guarda-mirim têm aula sobre legislação no trânsito

Foram abordados conceitos de ética, moral, cidadania, a importância do uso de equipamentos de segurança para dirigir carros e motos, comportamento do ciclista e do pedestre, o papel dos agentes de trânsito, primeiros socorros em casos de acidentes, respeito à vida, à saúde, à educação e ao meio ambiente.

Foto: Divulgação/PMC

Os alunos selecionados para o Programa de Aprendizagem da Guarda-Mirim participaram nesta segunda-feira (13/08) de aula sobre legislação e comportamento no trânsito. A palestra foi realizada na Secretaria de Educação, no Indaiá, na parte da manhã.

A preleção foi ministrada pelos agentes de trânsito Luciane Aparecida dos Santos e Rubem Delgado Barbosa Júnior, que abordaram conceitos de ética, moral, cidadania, a importância do uso de equipamentos de segurança para dirigir carros e motos, comportamento do ciclista e do pedestre, o papel dos agentes de trânsito, primeiros socorros em casos de acidentes, respeito à vida, à saúde, à educação e ao meio ambiente, entre outros assuntos.

“Vocês têm que ter em mente atitudes e ações que privilegiem o bem comum e não a individualidade. Procurem ser gentis, responsáveis e respeitosos em todos os ambientes”, ressaltou Rubão. Já a colega Luciane foi mais enfática: “Como guardas-mirins vocês precisam ter um comportamento exemplar e postura, pois vocês são referência na comunidade”.

Aluna da EMEF Prof. Luiz Silvar do Prado, Cibely Ferreira, 14 anos, que já participou da primeira Câmara Jovem, disse estar feliz em fazer parte da guarda-mirim de Caraguatatuba. “Participei do projeto Trânsito Legal, quando tinha 11 anos. Agora é diferente. A responsabilidade é outra. Relembrei os direitos e deveres no trânsito e aprendi novos conceitos”, avaliou.

O estudante da E.E Ver. Benedito Paes Sobrinho, Victor Procópio Brum, 16 anos, destacou que os conhecimentos repassados durante a palestra foram importantes para refletir. “Nossas atitudes no dia-a-dia seja como pedestre, ciclista, motociclista ou motorista devem ser pautadas pela responsabilidade com o outro, com a sociedade. Ter conhecimentos dos direitos e deveres é fundamental para uma sociedade melhor”, refletiu.

O programa tem como objetivo contribuir para a formação profissional e cidadã desses adolescentes.

Terá um ano e seis meses de duração. Nos primeiros seis meses, o adolescente não será remunerado e passará por formação que contará com conteúdos de disciplinas da Base Nacional Comum, aulas de cultura caiçara, que abordarão aspectos históricos e geográficos da região, além de aulas de legislação, cidadania e atividades e projetos complementares.

Após a conclusão do curso preparatório, o jovem passa a ser guarda-mirim e passa receber a bolsa auxílio de 60% do salário mínimo (R$ 572,40). Nessa segunda fase do programa será realizado o curso de formação profissional ministrado por uma instituição ainda a ser escolhida, mediante a legislação vigente, para que os jovens sejam inseridos no mercado de trabalho pelo Projeto Primeiro Emprego.

A carga horária é de 20 horas semanais, dividida em dois períodos (manhã e tarde). As atividades serão desenvolvidas em horário contrário ao período escolar.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________