• Fonte: Prefeitura de São Sebastião

São Sebastião desenvolve programa para levantamento de dados estatísticos de atendimentos do SAMU

Com o sistema será possível fazer análise dos atendimentos com levantamentos de dados estatísticos e epidemiológicos.

Samu - Foto: Divulgação/PMSS

Para continuar oferecendo atendimentos com qualidade e menor tempo resposta, e alcançar resultados nos objetivos propostos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (SAMU) – 192, a Prefeitura de São Sebastião, por meio do Hospital das Clínicas de São Sebastião desenvolveu o SYSSAMU, um sistema Web que reúne todas as informações referentes às ocorrências do SAMU.

Segundo a coordenadora geral do SAMU, Dilmara Oliveira Abreu, com o sistema será possível fazer análise dos atendimentos com levantamentos de dados estatísticos e epidemiológicos. “Após ocorrências todos as informações registradas nas fichas serão inseridas no sistema, onde ficarão compiladas e poderão fornecer relatórios gerais e específicos, por idade, doença, tipo de acidente e região. É uma ferramenta que vai auxiliar o nosso trabalho, buscando estabelecer métodos quantitativos para mensurar os resultados atuais e auxiliar na criação de medidas de melhorias no atendimento ao cliente, tanto para rede básica, quanto para atender aos critérios do Ministério de Saúde”, ressaltou.

Geoprocessamento

O sistema consiste em cadastro de ocorrências, armazenamento das fichas digitalizadas, relatórios e também no geoprocessamento, que permite evidenciar os locais das ocorrências utilizando os dados de GPS, facilitando assim a visualização de forma macro as ocorrências.

De acordo com o criador do sistema e coordenador de Tecnologia da Informação do Hospital das Clínicas, Lázaro Kauê, com o sistema também será possível realizar um trabalho junto ao Departamento de Trânsito, fornecendo informações dos locais de maiores índices de acidente para que monitoramentos e alterações necessárias possam ser feitas e, ainda, criar planejamentos conforme as maiores ocorrências de cada local.

Ainda segundo Kauê, por ser um sistema Web há mobilidade e flexibilidade para trabalhar, tendo como única necessidade a conexão com a internet. “Todos os envolvidos nos processos têm acesso aos dados e podem economizar, dispensando compra de computadores, hardwares e servidores locais, além de ter segurança, suporte técnico e atualizações garantidos”, finalizou.

Foto: Divulgação/PMSS

[ Charge ]_______________________________