• G1 Vale do Paraíba e Região

Aumenta número de afogamentos no litoral norte de São Paulo

Segundo Grupamento de Bombeiros Marítimos, idosos e crianças estão entre o grupo de risco para afogamentos. A cidade com mais registros de afogamentos e mortes foi Ubatuba.

Número de afogamentos aumentou no último verão em todo o litoral norte - Foto: Adriane Ciluzzo

Número de afogamentos aumentou no último verão no litoral norte paulista. Segundo o Grupamento de Bombeiros Marítimos (GBMar), foram feitos 836 salvamentos de janeiro a março - aumento de mais de 7% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Além disso, o número de mortes também aumentou e passou de cinco, no verão anterior, para dez nesta última temporada.

No litoral norte, a cidade com mais registros de salvamentos e mortes foi Ubatuba. Sete banhistas perderam a vida e mais de 400 tiveram que receber atendimento.

Em segundo lugar ficam São Sebastião e Ilhabela com 350 salvamentos e uma morte. Caraguá fica por último com mais de 80 salvamentos e uma morte registrada. Ao todo, nove pessoas perderam a vida.

Cuidados

Segundo os dados, os idosos e crianças estão entre o grupo de maior risco para afogamentos. Vilmar Bulhões tem 77 anos e é aposentado. Ele diz que gosta de curtir a praia com os netos, mas alerta que toma cuidado.

"Eu tenho muito medo, eu quase me afoguei uma vez aqui na Martim de Sá porque eu descuidei. As ondas são muito fortes. É uma preocupação sempre né, porque o mar é muito perigoso", conta.

O vistoriador Pedro Ferreira é pai e fica sempre atento à segurança dos filhos. "Cuidados que a gente toma sempre é, nunca dar às costas, sempre estar olhando, dependendo do lugar da praia, como aqui é um local de tombo, não adentrar muito no mar", disse.

Tenente do GBMar, Érica Ramalho de Macedo explica que os idosos que morreram afogados durante o verão estavam sem assistência, sem companhia e tiveram mau súbito em meio da água.

"Normalmente as pessoas ingerem muita bebida alcoólica, as crianças desassistidas, os idosos desassistidos também. Mesmo verificando a placa de perigo, adentram o local", explicou a tenente.

Bombeiros marítimos em praia de Ubatuba - Foto: Adriane Ciluzzo

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.