• Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba

Caraguatatuba já vacinou cerca de 1.500 pessoas na Campanha de Vacinação contra Influenza 2019

Até a última terça-feira (16/4), foram vacinadas 1.220 crianças, 200 gestantes e 37 puérperas. Idosos serão vacinados na próxima fase da campanha, que começa no dia 22/4.

Foto: Divulgação/PMC

De 10 a 31/5, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Caraguatatuba estarão com salas de vacina abertas, segundo cronograma de cada unidade, para a realização da Campanha de Vacinação Contra Influenza 2019. A exceção será apenas para a UBS Tabatinga que não tem sala de vacinação. Até a última terça-feira (16/4), foram vacinadas 1.220 crianças, 200 gestantes e 37 puérperas. Idosos serão vacinados na próxima fase da campanha, que começa no dia 22/4.

Em 2019, a estratégia de imunização será realizada considerando momentos específicos para mobilizar a população. No período de 10 a 19/4, será a vez do grupo A (crianças de seis meses até cinco anos, 11 meses e 29 dias; gestantes e puérperas – até 45 dias após o parto.

De 22/4 a 31/5 será vacinado o grupo B + grupo A. Dentro do grupo B, estão idosos (60 anos ou mais de idade); trabalhadores de saúde; professores de escolas públicas e privadas e grupos de doentes crônicos.

O Dia D da Campanha acontece no sábado (4/5), com a abertura de todas as salas de vacina. A carteira de vacinação deverá ser apresentada.

A meta da campanha é vacinar 90% do público alvo. A imunização contra influenza é uma das medidas mais efetivas para a prevenção da influenza grave e de suas complicações.

Segundo a Secretaria de Saúde de Caraguatatuba, o objetivo da ação é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza nos grupos A e B e atualizar a situação vacinal de crianças, gestantes e puérperas.

Grupos prioritários para a vacinação contra influenza

  • Crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias.

  • Gestantes: em qualquer idade gestacional.

  • Puérperas: todas as mulheres no período até 45 dias após o parto estão incluídas no grupo alvo de vacinação. Para isso, deverão apresentar documento que comprove a gestação (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período de vacinação;

  • Trabalhador de Saúde: todos os trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade;

  • Professores: todos os professores das escolas públicas e privadas;

  • Povos indígenas: toda população indígena, a partir dos seis meses de idade;

  • Indivíduos com 60 anos ou mais de idade deverão receber a vacina influenza, apresentando documento que comprove a idade;

  • Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independe da idade.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.