• Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Ilhabela avança no programa casa caiçara

Trata-se de construção de moradias nas Comunidades Tradicionais do arquipélago; as cinco primeiras casas serão construídas em Búzios, Ilha da Vitória e Saco do Sombrio. De acordo com a Lei municipal 1.338/18, os imóveis, que seguem conceitos de sustentabilidade, serão doados para famílias de baixa renda.

Foto: Divulgação/PMI

A Prefeitura de Ilhabela avança para iniciar a construção de moradias nas Comunidades Tradicionais do arquipélago, por meio do Programa Casa Caiçara. O certame já foi homologado e agora caminha para assinatura de contrato e ordem de serviço, que marcará o início das obras.

Com o Programa, criado por meio da Lei 1.338, de 26 de dezembro de 2018, a Administração está autorizada a construir e doar, moradias para famílias caiçaras de baixa renda. As moradias inseridas nesse programa são consideradas imóveis sem condições de reforma devido a problemas estruturais. As cinco primeiras construções serão em Búzios (duas), Ilha da Vitória (duas) e Saco do Sombrio. São dois projetos de casas, um com dois quartos e 49 m² de área construída, e outro com um quarto e 33,5 m². Além das cinco primeiras casas, outro lote de moradias já está sendo analisado para atendimento pela Comissão Técnica das Comunidades Tradicionais (CTCT).

O Casa Caiçara prevê a execução global da obra, com fornecimento de material, equipamentos e mão-de-obra, de acordo com projeto arquitetônico fornecido e em acordo com a legislação específica sobre Habitação Social nas Comunidades.

O projeto respeita a tipologia da Casa Caiçara encontrada nas Comunidades Tradicionais, com conceitos de sustentabilidade, conforto térmico e acústico. Os princípios de maior peso a serem observados são a utilização de materiais sustentáveis e com potencial reciclado. Serão utilizadas estrutura em eucalipto tratado, alvenaria em tijolo de solocimento, reboco de solocimento, esquadrias de madeira certificada, telhas cerâmicas colonial, energia elétrica por painéis fotovoltaicos, tratamento de esgoto por biodigestor, eficiência energética para todos os motores e equipamentos a serem instalados nas edificações.

O prefeito Márcio Tenório falou sobre a inédita iniciativa da Administração. “Estamos honrando o compromisso assumido com a população das Comunidades Tradicionais do arquipélago, que consta em nosso Plano de Governo”.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.