• Fonte: Prefeitura de Ubatuba

NASF-AB organiza jornada de prevenção e combate à hipertensão arterial, em Ubatuba

Evento descentralizado que acontece neste sábado (27), tem o objetivo de promover e incentivar a prática de exercício físico e dar visibilidade para o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

Foto: Divulgação/PMU

O Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) e as equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) realizam neste sábado, 27, um evento descentralizado com o objetivo de promover e incentivar a prática de exercício físico e dar visibilidade para o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial (26 de abril). As atividades acontecerão nas regiões Centro, Norte e Sul de Ubatuba.

No Centro, um passeio ciclístico terá concentração às 7 horas na feira hippie da avenida Iperoig para sair às 8 horas com direção ao “Caisão” do Porto. Haverá aferição de pressão antes da saída e, no retorno, alongamento.

Já na região Norte, um bate papo sobre hipertensão, atividade física e nutrição antecede a saída para caminhada até a Cachoeirinha da Trinta, com ponto de encontro às 7h30, no CERE – Centro Esportivo e Recreativo, na praia do Itamambuca.

No Sul, o ponto de encontro da caminhada até as Ruínas da Lagoinha é às 7h30 no ESF Lagoinha. A atividade inclui bate-papo com nutricionista sobre a importância de se alimentar antes e após o exercício e dicas de alimentação saudável.

Divulgue e participe!

Saiba mais sobre a hipertensão

A hipertensão arterial ou pressão alta, é uma doença que ataca os vasos sanguíneos, coração, cérebro, olhos e pode causar paralisação dos rins. Ela acontece quando a medida da pressão se mantém frequentemente acima de 14 por 9 (ou 140 por 90 mmHg = milímetros de mercúrio).

A doença é herdada dos pais em 90% dos casos, mas há vários fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial, como fumo, consumo de bebidas alcoólicas, obesidade, estresse, grande consumo de sal, níveis altos de colesterol, falta de atividade física.

Conforme dados do Ministério da Saúde, a incidência da hipertensão é maior na raça negra e aumenta com a idade, sendo mais comum entre homens com até 50 anos, entre mulheres acima de 50 anos e em diabéticos.

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.