• Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba

CEAMI e Banco de Leite Humano realizam curso de manejo clínico em aleitamento materno em Caraguá

O curso visa a capacitação dos futuros profissionais para o manejo clínico da amamentação.

Foto: Luís Gava/PMC

A prefeitura de Caraguatatuba, por meio de uma ação coordenada pelo Centro de Atendimento Materno Infantil (CEAMI) e do Banco de Leite Humano, promove curso sobre Aleitamento Materno aos alunos do 7º e 8º semestre de Enfermagem do Centro Universitário Módulo.

O curso visa a capacitação dos futuros profissionais para o manejo clínico da amamentação. Estudos comprovam as vantagens nutricionais, imunológicas, emocionais, sociais e econômicas do aleitamento, com impacto na redução da morbidade e mortalidade infantil. Apesar das evidências, as taxas de aleitamento materno ainda apresentam resultados a serem melhorados no Brasil e em diversos países. A atuação do profissional de saúde é fundamental na reversão do cenário atual por meio de ações educativas e assistenciais para promoção da amamentação.

Segundo a coordenadora e responsável técnica, a enfermeira Ana Claudia Tripac, o principal objetivo é “alertar sobre a importância da amamentação e realizar práticas que apoiem o início e o desenvolvimento da amamentação para que assim, os profissionais possam auxiliar as mães no aprendizado das técnicas corretas de posicionamento e pega da mama pelo bebê, bem como na identificação de obstáculos à amamentação e maneiras de superá-los”.

A aluna Iolanda Inácio da Silva, que participou das atividades práticas durante o curso, relata que teve dificuldades para amamentar sua filha e não teve oportunidade de receber orientações adequadas na época. Assim, reafirma a importância da capacitação dizendo: “Precisamos repassar atitudes positivas, conhecimentos e habilidades que são indispensáveis para poder apoiar as mães e famílias”.

O CEAMI está localizado no prédio do Centro de Referência da Saúde da Mulher na Av. Dr. Arthur da Costa Filho, 2135 – Sumaré.

O curso faz parte dos 10 Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno, que são práticas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Dez passos para o sucesso do aleitamento materno

Passo 1 – Ter uma política de aleitamento materno escrita que seja rotineiramente transmitida a toda equipe de cuidados de saúde;

Passo 2 – Capacitar toda a equipe de cuidados de saúde nas práticas necessárias para implementar esta política;

Passo 3 – Informar todas as gestantes sobre os benefícios e o manejo do aleitamento materno;

Passo 4 – Ajudar as mães a iniciar o aleitamento materno na primeira meia hora após o nascimento; conforme nova interpretação: colocar os bebês em contato pele a pele com suas mães, imediatamente após o parto, por pelo menos uma hora e orientar a mãe a identificar se o bebê mostra sinais de que está querendo ser amamentado, oferecendo ajuda se necessário;

Passo 5 – Mostrar às mães como amamentar e como manter a lactação mesmo se vierem a ser separadas dos filhos;

Passo 6 – Não oferecer a recém-nascidos bebida ou alimento que não seja o leite materno, a não ser que haja indicação médica e/ou de nutricionista;

Passo 7 – Praticar o alojamento conjunto – permitir que mães e recém-nascidos permaneçam juntos – 24 horas por dia;

Passo 8 – Incentivar o aleitamento materno sob livre demanda;

Passo 9 – Não oferecer bicos artificiais ou chupetas a recém-nascidos e lactentes;

Passo 10 – Promover a formação de grupos de apoio à amamentação e encaminhar as mães a esses grupos na alta da maternidade; conforme nova interpretação: encaminhar as mães a grupos ou outros serviços de apoio à amamentação, após a alta, e estimular a formação e a colaboração com esses grupos ou serviços.

Foto: Divulgação

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.