• Eduardo Cesar

Ubatuba realiza audiência pública sobre erradicação do trabalho infantil

Na ocasião serão discutidos o direito à profissionalização de adolescentes e jovens e a importância do combate ao trabalho infantil, além da apresentação de propostas para melhoria na inserção do jovem em vulnerabilidade no mercado de trabalho.

Foto: Divulgação

Está marcada para o próximo dia 21 de maio, às 18h30, no Teatro Municipal de Ubatuba, uma audiência pública sobre a erradicação do trabalho infantil. Estarão presentes autoridades da Justiça do Trabalho da 15ª Região, empresários locais e de municípios vizinhos, para tratar do cumprimento da legislação sobre aprendizagem. A audiência terá como meta assegurar o direito à profissionalização de adolescentes e jovens e fortalecer a importância do combate ao trabalho infantil e, ainda, apresentar propostas de melhoria para inserção do jovem em vulnerabilidade no mercado de trabalho. O Tribunal Regional do Trabalho – 15ª Região convidará aproximadamente 400 empresas entre os municípios de Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião, Ilhabela e São Luiz do Paraitinga. Para confirmar presença é necessário preencher o link de confirmação de participação via e-mail. Entre os principais idealizadores do evento estão o Centro de Integração Empresa – Escola – CIEE e a Associação Comercial de Ubatuba- ACIU, além das entidades apoiadoras Guarda Mirim e ETEC Ubatuba. Na ocasião, o CIEE em Movimento estará presente e oferecerá uma oportunidade para levar informações sobre vagas, cadastrar pessoas que eventualmente não tem acesso fácil à internet e computador e também divulgar cursos online gratuitos do “CIEE Saber Virtual”.

A audiência pública será aberta para apreciação de munícipes, empresários, organizações não governamentais, jovens aprendizes e estagiários da região. CIEE 55 anos – Transformando vidas, construindo futuros Desde sua fundação, há 55 anos, o CIEE dedica-se à capacitação profissional de estudantes por meio de programas de estágio. Em 2003, abriu uma nova frente sócio-assistencial com a aprendizagem. Atualmente, administra o estágio de mais de 200 mil estudantes e a aprendizagem de mais de 100 mil adolescentes e jovens. Em paralelo, mantém uma série de ações sócio-assistenciais voltadas à promoção do conhecimento e fortalecimento de vínculos de populações prioritárias.

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.