• Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba

Reeducandos do Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba (CDP) encerram curso de Pedreiro Assen

Promovido pelo Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba, para 15 reeducandos do CDP de Caraguatatuba, o curso em parceria com o Senai teve duração de três meses e ensinou por meio de uma profissão, que todo mundo é capaz, basta ter dedicação.

Foto: Claudio Gomes/PMC

Emocionada, Maria de Fátima Gomes, mãe do reeducando Cássio, só conseguiu pronunciar duas palavras: felicidade e esperança. Sentimentos de um futuro melhor e renovação de vida marcaram a cerimônia de conclusão do curso de Pedreiro Assentador, realizada nesta quarta-feira (15/05), no Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba (CDP).

Promovido pelo Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba, para 15 reeducandos do CDP de Caraguatatuba, o curso em parceria com o Senai teve duração de três meses e ensinou por meio de uma profissão, que todo mundo é capaz, basta ter dedicação.

Os alunos aprenderam sobre estrutura e alvenaria; planejamento; orçamento; segurança do trabalho; meio ambiente; qualidade; matemática; aglomerantes; agregados; concreto; impermeabilização; formas; armaduras; fundação e lajes pré-moldadas.

Nas aulas práticas, construíram no local uma estrutura de imóvel de tijolos de vedação e blocos estruturais. Cada um desenhou a planta do imóvel que gostaria de ter, como conteúdo da aula de desenho técnico. As aulas foram monitoradas pelo instrutor de ensino do Senai, Wellington de Souza.

Para o reeducando formado Adriano, de 48 anos, a oportunidade foi uma perspectiva de futuro. “Agora posso voltar a sonhar e acreditar em uma nova vida. Por uma besteira parei aqui, mas creio na minha ressocialização com esta nova experiência. Sou muito grato!”, relatou.

O orador da turma, Luciano, de 38 anos, disse com toda certeza: “Vou construir minha casa, quando sair daqui. Agradeço a todos envolvidos por olharem por nós. A falta de oportunidades nos trouxe aqui, mas vamos sair e transformar nossas vidas”, disse se referindo a nova chance proporcionada pelo Fundo Social.

A presidente do Fundo Social, Samara Aguilar, reforçou a importância de cada formando acreditar no seu potencial e ser orgulho para a família, que em todo esse tempo aguarda pela sua saída. “Quando chegar o dia, mudem a história de vocês, não sejam estatísticas de reincidência, olhem e veja o quanto são capazes”, disse.

O prefeito Aguilar Junior destacou que não cabe ao Poder Público julgar ninguém e sim acolher, entender e dar oportunidades às pessoas, tratando todos de modo igual. “Poder proporcionar a mudança na vida das pessoas é muito bom. Agarrem esta chance, pois são privilegiados e vencedores desta etapa”, concluiu Aguilar Junior.

O projeto-piloto nunca antes ofertado no município prevê a ressocialização do detento após o cumprimento da pena. O objetivo da ação com o CDP é ofertar uma qualificação profissional para que voltem à sociedade com uma profissão digna e consigam se reestruturar financeiramente e honestamente.

Os reeducandos foram escolhidos por diversos critérios como, bom comportamento, disciplina, baixa periculosidade e por estarem próximos do cumprimento da pena, sendo ela branda. Uma das exigências do Fundo Social é que 90% dos alunos fossem moradores de Caraguatatuba.

A cerimônia também contou com a presença do diretor e da coordenadora do Senai, Antonio Carlos Pontieri e Ana Lucia Cursino; do diretor do CDP, Alan Carlos Scarabel; da defensora pública, Alessandra Pinho da Silva; do coordenador dos presídios do Vale do Paraíba e Litoral Norte, Nestor Colete; além de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Caraguatatuba, São Sebastião e Ubatuba, secretários municipais e familiares dos formandos.

Cursos

O Fundo Social também promove à população mensalmente cursos nas áreas de alimentos, automotiva, construção civil, eletroeletrônica, náutica e têxtil. As inscrições sempre são anunciadas por meio do site e Facebook da Prefeitura de Caraguatatuba ou do Fundo Social: https://tinyurl.com/y4pvu4bx.

Serviço

Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba: Rua José Damazo dos Santos, 39 – Centro, telefone: 3897-5656.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.