• Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Alternativa caseira incentiva alunos à leitura em escola da rede pública de Ilhabela

Feito de forma caseira com canos de PVC, o aparelho aumenta o volume da fala e centraliza a audição das crianças, permitindo mais concentração na leitura. Nas atividades realizadas em sala de aula, as próprias crianças conseguem perceber o que precisam melhorar.

Foto: Divulgação/PMI

Alunos do 3º ano B, da E. M. Prof. José Antônio Verzegnassi, estão tendo a oportunidade de experimentar uma forma inovadora e diferente de melhorar a leitura e a escrita, com o chamado “sussurrofone”.

Feito de forma caseira com canos de PVC, o aparelho aumenta o volume da fala e centraliza a audição das crianças, permitindo mais concentração na leitura. Nas atividades realizadas em sala de aula, as próprias crianças conseguem perceber o que precisam melhorar.

O instrumento, que lembra um telefone, funciona da seguinte forma: o som da voz do aluno passa pelo cano e chega com maior força até o ouvido. Ao falar e ouvir as palavras com precisão, o estudante se concentra no que está dizendo e as chances de errar diminuem. O “sussurrofone” também auxilia na articulação de palavras e melhora a percepção das crianças que falam baixo ou tem vergonha de ler.

A iniciativa foi apresentada para a escola pela professora da unidade, Simone Zanetti, que buscando alternativas na internet para o desenvolvimento dos seus alunos, tomou conhecimento desta ferramenta. Ela mesma comprou o material e pediu para o marido fabricar. O “sussurrofone” tem aproximadamente 15 centímetros e para a fabricação de cada objeto foi utilizado dois pedaços de cano e três ‘cotovelos’ de PVC, oferecendo uma curvatura para a boca. “Eu trouxe para sala, apresentei aos alunos e comecei a utilizá-lo nas aulas de leitura. Houve grande interesse e as crianças se encantaram em ouvir nitidamente sua própria voz”, relatou a professora, que também destaca que as aulas ficaram mais dinâmicas e os alunos com menos erros de dicção e pronúncia.

De acordo com a coordenadora, Natália Luisa Ruiz, o “sussurrofone” já é bastante utilizado nos Estados Unidos, conhecido como Whisper phone, ou “telefone do sussurro”. “O projeto da professora Simone está em sala de aula desde o início de abril e já acumula resultados positivos. Estamos estudando implantar também em outras salas de alfabetização”.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.