• Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba

Alunos colocam “a mão na massa” nas aulas práticas do curso de Padaria Artesanal em Caraguatatuba

Antes de começar a aula, realizada na cozinha do IFSP, os alunos já colocam em prática o que aprenderam nas aulas teóricas sobre boas condutas da manipulação de alimentos.

Foto: Luís Gava/PMC

Os alunos do PROEJA deram início às aulas práticas do curso de Padaria Artesanal, promovido pelo Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba, em parceria com o IFSP – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia São Paulo. Na aula desta terça-feira (28/05), os alunos aprenderam a fazer pão de cenoura.

Antes de começar a aula, realizada na cozinha do IFSP, os alunos já colocam em prática o que aprenderam nas aulas teóricas sobre boas condutas da manipulação de alimentos. Eles lavam as mãos, colocam as toucas e organizam tudo, para que não haja nenhum tipo de contaminação do alimento.

Para os alunos, a aula é um novo caminho, uma nova etapa da vida. Além disso, o curso incentiva a socialização e traz a oportunidade de trabalhar e abrir um negócio próprio.

Aluna do PROEJA, Edite Aparecida, de 51 anos, contou que a importância do curso é o crescimento do aprendizado. “Podemos usar as técnicas em casa, pra família, ou podemos abrir o nosso próprio negócio”, ressaltou. Para ela, a professora, facilitadora, tem auxiliado e ajudado muito.

Fernanda Alves, de 41 anos, também é aluna e está achando o curso maravilhoso. “Estou aprendendo bastante e é incrível”, disse ela. Nascida no Rio de Janeiro, Fernanda mora há um pouco mais de um ano em Caraguatatuba e disse que está aproveitando todos os ensinamentos do curso.

A estudante também destacou a importância da Prefeitura investir nos munícipes e de ajudar, dando oportunidades à população. “Estou aproveitando todas as chances que estão aparecendo; o curso foi uma delas. Aqui eu tenho mais qualidade de vida”, ressaltou.

Edilaine Foltran, de 51 anos, é a facilitadora do curso. Sempre atenciosa, ela divide os trabalhos para cada aluno antes de começar a aula e explica cada procedimento necessário para a produção do pão. Ela diz que está feliz com o andamento do curso, que está indo muito bem e que se sente realizada. “O pessoal está empolgado e é empenhado; isso é gratificante”, disse ela.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.