• Fonte: Prefeitura de Angra dos Reis

Angra terá o primeiro Parque Tecnológico do Mar do Brasil

O Angra Tech Park, como será chamado, faz parte do Ecossistema de Inovação, que foi apresentado na manhã da quinta-feira (30).

Foto: Divulgação/PMAngra

Angra dos Reis está a caminho da nova era da tecnologia, chamada de “Indústria 4.0”. Na manhã desta quinta-feira (30), a Prefeitura de Angra, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Sebrae, apresentou a um grande público, formado por universidades, empresas e poder público, no auditório do Centro de Inovação (antigo CEA), o Ecossistema de Inovação e Cluster Marítimo da Baía da Ilha Grande. A apresentação foi feita pelo secretário de Desenvolvimento Econômico do município. Governo; grandes empresas; aceleradoras/incubadoras/maker spaces; investidores; startups (embriões de empresas) e universidades compõem o Ecossistema de Inovação. O Centro de Inovação, as comunidades de inovação e o Angra Tech Park, que será o primeiro Parque Tecnológico do Mar no Brasil, também fazem parte do projeto. O Angra Tech Park tem como modelo de negócios projetos de base tecnológica nos segmentos de Petróleo e Gás; Náutico e Naval; Energias e Sustentabilidade. Seu objetivo é potencializar o crescimento econômico, produzir e disseminar conhecimento, agregando valor à produção local, oportunizando novas empresas e qualificando serviços e produtos. Com foco em inovação e tecnologia, o projeto transformará o cenário econômico de Angra e da região da Costa Verde através de um espaço de 19.000 m² destinado à ciência, tecnologia, inovação, educação e empreendedorismo. Na prática, o parque será um local para receber e resolver as demandas de tecnologia de Angra e da Costa Verde. - Imagine que uma empresa apresente um problema. Ela vai até o parque, apresenta a demanda e lá haverá outras empresas, membros da universidade e representantes de empresas maiores que vão pensar soluções. Isso é bom tanto para a empresa grande, que deixa a tecnologia fluir no município, quando para as startups - exemplificou um assessor que compõe o corpo técnico da secretaria de Desenvolvimento Econômico. O secretário da pasta explicou que o principal objetivo da iniciativa é criar uma nova matriz econômica para Angra dos Reis. - Nossa fase atual de trabalho é o Marco Regulatório do Ecossistema. A lei será enviada, em breve, para apreciação da Câmara Municipal – explicou. Em relação ao Angra Tech Park, o secretário afirmou que a expectativa é que até o final do ano comece a construção do projeto, em Jacuecanga. “Espero que, até o meio do ano que vem, um prédio esteja pronto e funcionando”, disse, convidando oficialmente o Cefet para ancorar a área acadêmica do Ecossistema. Após ouvir atentamente a explicação, o prefeito afirmou estar muito feliz por ver reunidos tantos parceiros importantes construindo uma nova matriz econômica para Angra dos Reis. - Sempre tem alguém querendo investir em uma boa ideia. Parabéns a toda equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico por encabeçar esta importante iniciativa que vai abraçar, especialmente, os jovens que anseiam por novas tecnologias, especialização e emprego. Angra será um polo de tecnologia para despertar novos talentos na cidade e em toda a região. Este é um projeto de todos! – frisou o prefeito, que recebeu do Sebrae o estudo de viabilidade técnica para implantação do Angra Tech Park. O gerente do Sebrae apresentou aos presentes o projeto de Desenvolvimento de Potenciais Fornecedores do Cluster Marítimo da Ilha Grande, que visa fortalecer as micro e pequenas empresas (MPEs) para fornecer para empresas âncoras. De acordo com o subsecretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado, Angra está com uma política pública de visão de futuro. – A cidade abrigará o novo polo tecnológico do Estado. Está é uma iniciativa que só tem a gerar resultados positivos para a Angra, a região Costa Verde e todo o Estado – avaliou, ao lado de representantes da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. Participaram do encontro de apresentação representantes da Shell, Brasfels, Enel, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), Eletronuclear, Technip, Firjan, BR Marinas, Petrobras, Cederj, Nucllep, Colégio Naval, Fecomercio, dentre outras empresas e órgãos. Representando o município estavam o vice-prefeito, a primeira-dama e secretária de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania; o secretário de Administração; além dos secretários executivos de Planejamento e Gestão Estratégica, Agricultura, Aquicultura e Pesca, Esporte e Lazer e do presidente do Instituto Municipal do Ambiente de Angra dos Reis.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.