• Fonte: Prefeitura de Angra dos Reis

Obras na Nova Angra e no Belém vão diminuir alagamentos, em Angra dos Reis

Pacote de obras nos bairros inclui construção de redes de drenagem, pavimentação de vias e recapeamento.

Foto: Divulgação/PMAngra

Os bairros da Nova Angra e Belém ganharão mais infraestrutura e mobilidade urbana, melhorando a vida de seus moradores e de quem transita por lá. Estão sendo executadas nessas localidades obras de drenagem, pavimentação e recapeamento que vão reduzir, e muito, os alagamentos. Na Nova Angra, três importantes ruas (Silva Jardim, Rei Baltazar e Ouro Preto) receberão 1.900 m de rede de drenagem e 8.060 m² de pavimentação. Essa é a primeira fase uma macrodrenagem que vai acabar com o acúmulo de água na região. - Atualmente essas três ruas deságuam na Francelino Alves de Lima. Quando acontecer a construção da estrada que vai ligar a Banqueta a Nova Angra a rede de drenagem será interligada a essa obra e a qualidade do escoamento será ainda melhor. Vamos fazer um extravasor interligando a Silva Jardim a Avenida Itaguaí e consequentemente jogando a água no Rio Japuíba. É um conjunto de obras que vai drenar toda a Nova Angra, resolvendo o problema crônico existente lá – explicou o secretário executivo de Obras. Outras 23 ruas e travessas da Nova Angra receberão asfalto novo, somando no total 18.222,23 m² de recapeamento. São elas: Maranata, Amazonas, Dionísio de Castro, Iná Alves, Califórnia, Antoun Affif, Terra Nostra e Goiabal, Piripiri, Cantares, Rei Jordão, Palmira, Amor, Alegria, Leonardo Cortez, Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Santa Bárbara, José Gibrail, Vila Nova, Vale Rio Doce, Prazeres e Travessas Antônio Vitor e Itaguaí. A obra no Belém acontece em duas etapas. A primeira já está acontecendo e vai beneficiar ruas que nunca haviam sido asfaltadas, onde não há nenhum tipo de infraestrutura. São elas: Mangueira, Sempre Viva, Girassol, Rosas, Flores, Dália, Bromélia, Beijo, Orquídea, Projetada 1, Projetada 2 e Travessa Messias. - O primeiro trecho começa na Rua das Mangueiras e engloba 10 ruas. Nelas estão sendo construída rede de drenagem, pavimentação, meio-fio. Estamos realmente urbanizando toda essa área, que é bem grande. O acesso hoje é difícil, as pessoas transitam no meio do barro, da lama e da poeira – explicou o secretário executivo de Obras. Já nas ruas São Sebastião, Luz do Dia, Santa Madalena, São José e Lázaro serão refeitas a drenagem e em seguida a pavimentação. - A outra etapa dessa obra será a melhoria de várias ruas que sofrem com enchente e com o nível das marés. São ruas já asfaltadas, mas a nível muito baixo. Praticamente em toda maré cheia as casas são invadidas pela água. Vamos promover a elevação do greide de pavimentação, as ruas serão elevadas e uma nova rede de drenagem será construída. É um projeto bem audacioso, envolverá os moradores, e sanará cerca de 70% dos problemas com enchentes no bairro – informou o secretário. As obras estão sendo executadas com recursos próprios da Prefeitura e a previsão é de que elas sejam concluídas na Nova Angra em até quatro meses e no Belém no prazo de seis meses.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.