• Fonte: Prefeitura de Ubatuba

12 atrações da região Sul de Ubatuba que merecem a visita

Área que compreende desde a Toninhas até a Galhetas tem vários atrativos que merecem ser visitados. Muitos deles são desconhecidos até mesmo pelos moradores da cidade.

Festa de São Sebastião na Praia do Bonete Grande - Foto: Divulgação/PMU

Vamos iniciar uma serie sobre as regiões de Ubatuba – que são muito ricas e, às vezes, a gente não sabe como explorar. Elencamos, então, os atrativos da região Sul – considerando a área que compreende desde as Toninhas até Calhetas.

Ponta aguda

Localizada no extremo sul do município, o acesso de carro ao local é feito pela rodovia Rio Santos, próximo ao portal da Maranduba. Caracterizada por longa faixa de areia e um mar azul- esmeralda, a praia possui uma trilha de 15 minutos pelo canto esquerdo que dá acesso à praia Mansa, além de um pequeno riacho. Para quem gosta de praias pouco movimentadas, essa é uma ótima opção que reúne beleza e sossego.

Solicitamos que, ao visita-la, contrate os serviços de uma agencia e guia local e não esqueça de levar consigo o lixo produzido, afinal, temos que conservar esse pedacinho de paraíso, né non?

Praia da Lagoa e suas ruínas

Esse é outro destino pouco movimentado, mas que reúne beleza natural e patrimônio histórico cultural. O local mistura areia grossa, muitas conchas, uma lagoa de águas límpidas no canto esquerdo e ruínas do casarão de uma antiga fazenda datada do período colonial. Conta a história que o local era esconderijo onde os traficantes deixavam os escravos. É considerada praia de tombo, então, sugere-se cuidado redobrado.

Há três opções de acesso: mesma estrada de acesso às praias Ponta Aguda e Figueira; seguindo pela primeira entrada para Tabatinga, com aproximadamente 1,5 km de estrada de terra; a pé, por uma trilha de nível médio passando pelo morro da praia Caçandoca, essa segunda opção recomendamos que seja realizada com acompanhamento de um guia local devidamente habilitado.

Não é como a Lagoa Azul mas quase isso.

Praia da Lagoa - Foto: René Nakaya

Comunidade quilombola

O quilombo, que compreende cerca de 890 hectares, abrange áreas da praia e do sertão da Caçandoca (Praia do Pulso, Caçandoca, Caçandoquinha, Bairro Alto, Saco da Raposa, São Lourenço, Saco do Morcego, Saco da Banana e Praia do Simão). É o primeiro do país reconhecido em terras da Marinha . O local faz parte da área legalizada pertencente aos quilombolas, remanescentes das comunidades do período da escravidão. A praia é tranquila, retirada, de águas límpidas e belas paisagens.

Vale (e muito) a pena visita.

Castelo dos arautos

A Capela Nossa Senhora de Fátima (Lumen Maris), dos Arautos do Evangelho, está localizada na Estrada da Caçandoca, 1777. A construção também é conhecida como “Mosteiro dos Arautos do Evangelho de Maranduba” ou “Castelo dos Arautos do Evangelho“. O mosteiro possui arquitetura gótica e medieval e está construído em uma área de quase 9 mil metros quadrados.

Castelo dos Arautos do Evangelho - Foto: Divulgação

O local é aberto para visitação aos domingos e as celebrações são abrilhantadas por canto gregoriano e acontecem, às 08h, 10h30 e 16h30.

Comunidade caiçara

A cultura caiçara ainda é preservada em Ubatuba e, na Região Sul, encontramos locais que ainda são exemplo de comunidade harmônica com o seu ambiente. Muitas pessoas, sejam turistas ou aventureiros, acabam entrando em contato com esse modo de vida que ainda preserva sua essência. Um dos exemplos, é a comunidade da Praia Grande do Bonete, que mantém a tradição na realização de festas típicas, corrida de canoas e também na produção da famosa consertada, bebida típica preparada pelos caiçaras da comunidade.

Se conseguir, programe-se para comparecer à Festa de São Sebastião do Bonete, que acontece anualmente no mês de janeiro.

Ruínas da Lagoinha

Provavelmente construídas no início do século XIX, segundo estudos recentes, as ruínas em pedra e cal da Fazenda Bom Retiro estão localizadas próximo ao km 72, da Rodovia Rio-Santos, sentido serra. Tombado pelo Condephaat, o patrimônio histórico é administrado e mantido pela Fundart.

Ruínas da Lagoinha - Foto: Adriane Ciluzzo

O local tem “um que de mágico”, pois a vegetação compõe o cenário, criando uma atmosfera propícia, tanto que já foi cenário para filmes e ensaios fotográficos.

Cachoeira da água branca

“Só” é a maior do Estado e a 7ª maior do Brasil, com cerca de 180 metros de altura. O atrativo está inserido em área de Parque Estadual da Serra do Mar e, por isso, é preservado e não é possível o acesso ao local sem autorização do Parque. Por isso, para visitação é necessário acompanhamento de monitor local ou Guia devidamente credenciado.

Mas para contemplar esse visual de tirar o fôlego, vale a pena, não vale?

Comunidade indígena

Localizada aos pés do Pico do Corcovado, a aldeia Renascer ainda conserva a raiz Tupi e Guarani. O local está aberto à visitação pública, desde que avisada com antecedência. O acesso é feito pela estrada do Corcovado – Rodovia SP 55, Km 68, 5 – SP.

Além de artesanato e cultura, você poderá ouvir boas histórias….

Trilha das 7 praias

Percurso de aproximadamente 10 km, que abrange o trecho entre as praias da Lagoinha e Fortaleza, completando 7 praias, como o nome diz. O percurso reúne encostas, mata atlântica e ótimos trechos para você tirar lindas fotos. Os amantes de trilha, com certeza, vão se apaixonar.

A Praia da Fortaleza é uma das 7 praias – pode ser o início ou o fim da trilha.

Pico do Corcovado

Considerado um dos pontos mais altos da Serra do Mar no litoral norte, o pico fica a 1.160 metros de altitude. Para se chegar ao local, é preciso percorrer 8 km de trilha dos quais apenas o começo é feito em nível do mar. Classificada como nível difícil, a trilha exige preparo e muita disposição, porém, a motivação de chegar ao destino e apreciar a vista de 360º, que permite observar toda a região de Ubatuba e cidades vizinhas como Caraguatatuba e Ilhabela, além do Vale do Paraíba, faz com que muitas pessoas se aventurem pelo percurso.

É necessário realizar o agendamento da visita é obrigatório o acompanhamento de um monitor local credenciado para o atrativo, que pode ser feito pelo e-mail ac.corcovado@gmail.com.

Praia da Sununga (Capital Nacional do Skimboard)

Considerada um dos melhores locais do mundo para a prática do esporte, a praia hoje é referência para os amantes do skimboard, chegando a ser classificada como capital nacional da modalidade.

Sede de várias competições, a praia possui ondas fortes e recomenda-se cuidado redobrado ao entrar no mar.

Gruta que chora

Localizada na praia da Sununga, existem duas versões que contam a lenda da Gruta que Chora. Com paredes compostas por segmentos vulcânicos, origina goteiras a partir da vibração sonora em seu interior, que faz com que a água nascente, que passa por cima da gruta, caia do teto. Mesmo som em seu interior, a água acumulada no local pelas violentas ondas, resultam em goteiras que praticamente não cessam.

Esperamos que, se você for, suas lágrimas sejam apenas de felicidade!

Parque Estadual da Ilha Anchieta

A Ilha Anchieta é um lugar que guarda muitas histórias, mas também, procurado por sua beleza. Considerada a segunda maior ilha do litoral do Estado, com 828 hectares, é um e um dos principais atrativos turísticos do município. Por ser um parque estadual de proteção ambiental a ilha é administrada pela Fundação Florestal, seu acesso é feito por meio embarcações de passeios como lanchas e escunas os principais pontos de saída são as praias da Enseada, Itaguá e do píer do Saco da Ribeira, porém, também existe saída de outras praia ou você pode alugar um barco com tripulação.

Ruínas do presídio na Ilha Anchieta - Foto: René Nakaya

Vale a visita, mas não esqueça de levar seu lanchinho e, mais importante ainda, recolher todos os resíduos para não degradar o meio-ambiente.

Viu quanta coisa só a Região Sul abriga? Estamos ansiosos para compartilhar o que as demais regiões têm a oferecer. Fique ligado na nossa página e acompanhe nossas dicas.

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.