top of page
  • Fonte: Prefeitura de Ilhabela

Secretaria de Cultura, Associação de Músicos de Ilhabela e entidades culturais organizam edital de c

Atualmente, o músico que se cadastrar no edital entra para um banco de dados da prefeitura para compor a programação artística dos eventos culturais. A lista visa atender aos princípios da oportunidade e valorização da cultura e fomentar o turismo no município.

Foto: Ronald Kraag

Aconteceu esta semana, na Biblioteca Nilce Signorini, na Barra Velha, mais uma reunião para tratar do edital de credenciamento de músicos e artistas de Ilhabela.

O encontro se deu na segunda-feira (29) e busca reorganizar o edital para que ele abranja mais áreas artísticas – como artistas de rua, de circo e de teatro -, bem como ouvir as novas demandas dos músicos referentes ao edital vigente. “Estamos determinados a dar um olhar especial para nossos munícipes. A Administração quer valorizar o artista local. “, declarou a prefeita, Maria das Graças Ferreira, a Gracinha.

A Secretaria de Cultura, a Associação de Músicos de Ilhabela, o Fórum Popular de Cultura e o Conselho Municipal de Políticas Culturais buscam uma forma de criar uma minuta, para enviar a prefeita Gracinha, que abra para outros artistas o que já acontece para os músicos: um credenciamento junto a prefeitura que desburocratiza a contratação de artistas que são cidadãos da cidade

“Vamos dar uma atenção especial aos artistas de Ilhabela, e essa é a forma que a Secretaria de Cultura encontrou para fazê-lo”, O Secretário de Cultura, Professor Beto Lopes, disse-se satisfeito com a reunião da última segunda-feira e ansioso para as próximas. “Este projeto precisa da participação de todos os cidadãos que trabalham com cultura em nossa cidade, e não é justo que seja feito de forma monocrática”.

Atualmente, o músico que se cadastrar no edital entra para um banco de dados da prefeitura para compor a programação artística dos eventos culturais. A lista visa atender aos princípios da oportunidade e valorização da cultura e fomentar o turismo no município, sendo esses, eventos pré-programados ou que a Prefeitura apoie caso houver necessidade. Com a alteração do edital e inclusão de novas classes artísticas, o mesmo passa a valer para estas.

“O maior benefício é os músicos estarem juntos para os projetos em comum, que beneficiam a classe dos músicos em geral”, disse o presidente da AMI, Tarcísio Edson César. “Estamos nos unindo para colaborar que o edital possa beneficiar todas as classes”.

A previsão é que o ciclo de reuniões com os outros núcleos se encerre no mês de agosto.

Além do Secretário de Cultura, participou também o vereador Luiz Paladino, o Luizinho.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

bottom of page