• Fonte: Prefeitura de Caraguatatuba

Projeto Samuzinho capacita mais de 500 crianças em Caraguatatuba

A equipe que percorre as escolas é formada por oito profissionais, entre enfermeiras, técnicos de enfermagem e condutores socorristas.

Foto: Divulgação/PMC

Desde abril de 2019, seis escolas já foram contempladas com o Projeto Samuzinho nas Escolas em Caraguatatuba. Ao todo, cerca de 500 alunos já foram capacitados por treinamentos dados diretamente por representantes da equipe do Samu Caraguatatuba.

A equipe que percorre as escolas é formada por oito profissionais, entre enfermeiras, técnicos de enfermagem e condutores socorristas.

O coordenador do Samu Caraguatatuba, o médico Arthur Maranha, explica que o objetivo do Projeto Samuzinho nas Escolas é repassar informações ao público infantil sobre os serviços de urgência e emergência, o Samu 192.

A prevenção de acidentes, como agir em caso de urgência doméstica; além da importância de não praticar trotes e conscientizá-los sobre o uso adequado da linha 192 também são um dos focos principais da ação. Os alunos ficarão capacitados a auxiliarem e contribuírem no atendimento de uma urgência caso deparem-se com uma situação deste tipo.

Os estudantes recebem orientação sobre o que é; como funciona e quando chamar o Samu, por meio de oficinas, vídeos educativos e palestras interativas, buscando a conscientização dos alunos sobre o uso adequado da rede 192.

A primeira escola a ser atendida foi a EMEF. Prof. Luiz Silvar do Prado do bairro Casa Branca. Após esta primeira etapa, outras cinco instituições já foram trabalhadas: EMEF. Prof. Luiz Ribeiro Muniz (Martim de Sá), EMEF. Prof. Antônio de Freitas Avelar (Estrela D’Alva), EMEF. Prof. Maria Aparecida de Carvalho (Tinga), EMEF. Prof. Maria Moraes de Oliveira (Gaivotas), EMEF. Prof. Ricardo Luques Serra (Praia das Palmeiras). Os próximos alunos beneficiados serão da EMEF. Prof. Maria Aparecida Ujio (Porto Novo).

Todos os alunos que já participaram do projeto estão certificados dentro do conteúdo apresentado em aula (teórica e prática). Porém, o certificado será entregue no final do projeto ao final do ano letivo.

A carga horária do curso é em torno de duas horas (teoria e prática). O projeto será desenvolvido durante todo ano letivo com o sexto ano das escolas participantes.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.