• Mariana Lima, Observatório do 3º setor

Menino vende desenhos na porta de casa para ajudar a família

Menino vende cada desenho por R$ 1,50 para conseguir comprar os materiais de que precisa e ajudar a família.

Kayque Alexandre, 14 anos. - Foto: Redes sociais

O estudante Kayque Alexandre, 14 anos, vive no bairro Zé Abrão, localizado na periferia de Campo Grande (MS). Enquanto a mãe estava fora de casa, Kayque teve a ideia de vender os desenhos na porta da residência.

Com os desenhos pendurados no portão com fita adesiva, o menino vende cada um por R$ 1,50. Em dois dias, ele conseguiu lucrar R$ 19,50 com 13 desenhos vendidos. A história se popularizou após uma postagem nas redes sociais.

A ideia de comercializar suas produções surgiu para ajudar sua família e comprar os materiais de que precisa. Ele costuma pedir aos pais, porém eles não têm condições de comprar todos os itens. Em sua família, apenas o pai trabalha, enquanto a mãe recebe uma pequena aposentadoria em consequência do Transtorno Bipolar.

Kayque gosta de animes, como DragonBall, busca imagens na internet relacionadas a esses desenhos e tenta reproduzi-las. Boa parte dos desenhos que realiza apresenta personagens da animação.

O interesse pela arte surgiu aos 4 anos, mas foi a partir da 5ª série que ele começou a aprimorar a técnica dos desenhos, motivando-se após conseguir reproduzir um rosto de forma correta. Ele continua treinando para produzir caricaturas.

A mãe de Kayque, Kelly Cristina, de 35 anos, contou em entrevista para a MSTV que após a imagem do filho “viralizar” muitas pessoas estão mandando mensagens de incentivo e informando que querem ajudá-lo com o material.

O Razões Para Acreditar, por exemplo, abriu uma vaquinha em sua plataforma de doações, o Voaa, para o estudante. Para contribuir, clique aqui. A campanha até agora arrecadou quase R$ 12.000,00 da meta de R$ 33.900,00 e será encerrada dentro de 13 dias. A intenção é poder comprar uma casa para a família, que vive de aluguel.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.