• Fonte: Prefeitura de Angra dos Reis

Angra dos Reis cobra geradores da Enel

O compromisso é que os equipamentos sejam instalados na Vila do Abração e no Provetá, na Ilha Grande.

Foto: Divulgação

Desde que assumiu o governo, em 2017, o prefeito tem cobrado, sistematicamente, a melhoria dos serviços prestados pela Enel na Ilha Grande. A atuação do seu secretariado foi fundamental para que se chegasse ao acordo com o Ministério Público Federal (MPF) para a liberação das obras emergenciais que estão em andamento, com previsão de término em fevereiro do ano que vem. Há um compromisso da Enel para instalação de dois geradores, um no Abraão e outro no Provetá, que estabilizariam o fornecimento de energia, no caso de problemas na rede. Porém, passados dois anos, os geradores ainda não foram instalados. O prefeito cobrou mais uma vez. Na semana passada, a Enel informou que deu entrada na licença ambiental do gerador do Provetá. A prefeitura está agilizando a licença para que não haja desculpas para a não instalação. No Abraão, o terreno pretendido não se revelou viável tecnicamente. A prefeitura já encaminhou nova proposta de terreno e ainda procura novas áreas que devem ter 360 m². O prefeito quer o gerador em funcionamento antes da alta temporada. - A Enel é uma empresa privada, mas parece mais burocrática que órgão público. Tem que ser mais produtiva, pois o prejuízo do turismo e do morador da Ilha Grande é imenso - destacou. A prefeitura instalou um gerador no Abraão para atender o sistema de tratamento de esgotos. A Enel tinha que instalar cabos, mas nem isto foi feito. A prefeitura comprou os cabos e instalou. - A prefeitura exige bons serviços da ENEL na Ilha Grande. O morador não pode ser penalizado pela incompetência da concessionária - arremata o prefeito.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.