• Tiago Bezerra, G1 Vale do Paraíba e Região

Chamado de 'mentiroso', Doria diz que manifestante é 'vagabundo'

Enquanto discursava em evento em Taubaté, governador foi chamado por manifestantes com um microfone e uma caixa de som de 'mentiroso' e 'Pinóquio'. Ele rebateu, chamando o grupo opositor de 'vagabundos' e fez críticas ao senador Major Olímpio (PSL).

João Doria faz discurso sob protesto em Taubaté — Foto: Tiago Bezerra/ TV Vanguarda

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), discutiu com um pequeno grupo de manifestantes durante evento em que participou na noite desta terça-feira (15) em Taubaté (SP). Chamado de "mentiroso" e "Pinóquio" pelo grupo, que usava microfone e uma caixa de som, Doria rebateu e disse que os manifestantes eram "vagabundos" e "canalhas". Ele ainda pediu vaias ao grupo e fez críticas ao senador Major Olímpio (PSL). (veja vídeo)

“Povo trabalhador, levante o seu braço, mostre que você trabalha, mostre que você gosta de Taubaté. Mostre aqui para esses vagabundos que não têm o que fazer que quem tem o que fazer tem o direito de se divertir. Tem o direito a usufruir a sua vida em paz e tranquilidade. Vai cobrar do Major Olímpio os seus ‘duzentinho’ (sic) para vir aqui falar bobagem no microfone. Vai para casa aposentado, vai para casa amigo”, disse o governador.

Doria cumpriu agenda no festival gastronômico Feito em SP, na parte coberta da Avenida do Povo. Ele estava acompanhado no palco pelo secretário de cultura e economia criativa do Estado, Sérgio Sá Leitão, e pelo prefeito da cidade, Ortiz Júnior (PSDB).

O pequeno grupo de manifestantes carregavam também cartazes. À reportagem, parte deles se identificou como apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Após o evento, Doria publicou um vídeo nas redes sociais em que fala sobre o festival gastronômico, mas não cita o discurso contra os manifestantes.

Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa do governador lamentou que o evento "tenha sido tumultuado, de forma orquestrada, por meia dúzia de arruaceiros, gritando palavrões e ofensas ao Governador".

Na segunda-feira (14) ao ser vaiado em um evento da PM, Doria disse que as vaias foram orquestradas. Após o discurso, o governador desceu do palco, os manifestantes dispersaram e ele caminhou pelo evento.

Grupo fez protesto ao governador João Doria na avenida do Povo em Taubaté — Foto: Tiago Bezerra/ TV Vanguarda

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.