• Fonte: Prefeitura de Angra dos Reis

Alunos de Angra são medalhistas na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica

Ao todo, 17 estudantes conquistaram medalhas na competição.

Ao todo, 17 estudantes conquistaram medalhas na competição.

Alunos de várias escolas da rede municipal de Angra dos Reis conquistaram medalhas na 22ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na 13ª Mostra Brasileira de Foguetes, em 2019. Da Escola Municipal Nova Perequê, que fica no Parque Mambucaba, conquistaram medalhas de bronze os alunos Pedro Gregório da Silva e Luiz Fernando Silva de Melo. Já da Escola Municipal Cecília Mara Edileus Vieira, no Grataú, Emanuelle Pereira Dias de Oliveira arrebatou a medalha de prata e os alunos Ana Clara da Silva e Thales Almeida Minair a de bronze. Os alunos da Unidade de Trabalho Diferenciado também de destacaram. Arthur Pimenta da Silva conquistou o ouro, enquanto Ramon Damasceno Santos Sant’Ana e Bruna Vitória Ferreira Fernandes conquistaram medalhas de bronze. A maior quantidade de medalhas veio da Escola Municipal João Carolino dos Remédios, localizada no Morro da Glória. Kaio Silva de Alcântara e Ludimyla de Oliveira Silva ficaram com o ouro; Raquely Carneiro Balbino, Larissa Carolino Rodrigues, Jamilly Pinheiro de Lima, Laís Souza de Lima, Maria Clara de Souza Barreto, Maria Eduarda Gonçalves da Silva Fontes, com a prata; e Kimberly Victória Soares Tostes com o bronze. A OBA é aberta a participação de estudantes de escolas públicas e privadas, do primeiro ano do ensino fundamental até o último ano do ensino médio. A olimpíada é dividida em quatro níveis - os três primeiros são para estudantes do ensino fundamental e o quarto para os do ensino médio - e a prova é composta por dez perguntas: sete de astronomia e três de astronáutica.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.