• Camilla Motta, G1 Vale do Paraíba e Região

Após estudo, Artesp descarta aumentar limite de velocidade na Tamoios

O limite de até 80 km/h é alvo de reclamações de motoristas e questionado por lideranças políticas da região. Reunião em São Paulo na última semana discutiu o assunto. Artesp considerou que traçado inviabiliza velocidade acima de 80 km/h.

Traçado da rodovia dos Tamoios impede novo limite de velocidade, diz Artesp — Foto: Dersa/Divulgação

Um estudo técnico da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) descartou a ampliação do atual limite de velocidade de tráfego na rodovia dos Tamoios (SP-99), principal acesso ao litoral norte de São Paulo. O limite de até 80 km/h é alvo de reclamações de motoristas e questionado por lideranças políticas da região - que sugerem aumento para cerca de 100 km/h.

Em uma reunião na última semana em São Paulo, com a participação de políticos, eles foram informados que o traçado do corredor, com curvas acentuadas - inclusive em trechos de descida - não atingem parâmetro definido nos manuais para velocidade de 100 km/h.

A definição do limite de velocidade é feita segundo manuais do DNIT e do DER que observam critérios como geometria e classe da rodovia, relevo da região e histórico de acidentes.

A análise sobre a revisão da velocidade na Tamoios foi uma das promessas de campanha do governador João Doria (PSDB). Ele prometeu aumentar, caso houvesse a possibilidade.

O tenente James Aparecido de Godoi, da Polícia Rodoviária Estadual, ponderou ainda que o aumento do limite de velocidade na rodovia põe em risco de pedestres. "Ao longo da rodovia tem muitos locais de passagem de pedestre [sem passarela]. Por isso há locais em que a velocidade é ainda menor [que 80 km/h]", disse.

O médico Sérgio Carvalho é de Guarulhos e tem casa em Ubatuba. Ele trafega com frequência na Tamoios e reclama. "Acredito que a velocidade poderia ser mais alta porque a rodovia é segura", disse.

Ele também criticou o número de radares de fiscalização de velocidade - são oito fixos no total. Esses equipamentos aplicaram quase 194 mil multas aos motoristas neste ano.

Mortes e acidentes

Duas pessoas morreram em acidentes neste ano na Tamoios. No ano passado fora, três vítimas fatais. O número de acidentes também é o menor dos últimos quatro anos - desde quando começou o contrato de concessão da rodovia.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.