• G1 Sul do Rio e Costa Verde

Presos três suspeitos de envolvimento em sequestro de empresária em Paraty

Denúncias anônimas e o depoimento da vítima ajudaram polícia a encontrar os criminosos, diz Polícia Civil.

Cativeiro utilizado para prender a empresária durante o sequestro em Paraty — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Foram presos na noite de quarta-feira (4) três suspeitos de envolvimento no sequestro de uma empresária em Paraty, na Costa Verde do Rio. O crime aconteceu na manhã da última segunda-feira (2), quando ela chegava em uma pousada no bairro Jabaquara.

De acordo com a Polícia Civil, denúncias anônimas e o depoimento da vítima ajudaram a polícia a encontrar os criminosos.

A primeira prisão foi do proprietário do cativeiro, identificado como Gueber Barbosa Lage. Ele foi encontrado no imóvel onde a vítima ficou por mais de 24 horas, na Estrada Paraty-Cunha. A máscara usada na vítima e outros objetos também foram encontrados.

Após ser questionado sobre o sequestro, Gueber apontou Maicon Conceição do Espírito Santo como o responsável pela execução do crime. Com ele foi encontrado um revólver calibre 38.

“A partir desse momento, nós conseguimos chegar no primeiro elemento da execução do sequestro, que mora a 12 km após a divisa entre Paraty e Cunha, na Estrada Paraty-Cunha”, explicou o delegado titular, Marcelo Russo.

A polícia informou ainda que o terceiro envolvido, Luiz Eduardo da Silva Pereira, foi encontrado em casa, no Centro da cidade. Uma pistola foi encontrada com o suspeito.

Os criminosos foram encaminhados à delegacia de Paraty, onde permaneceram presos. O caso continua sendo investigado pela polícia.

Cama onde a vítima foi deixada em Paraty — Foto: Divulgação/Polícia Civil

Vítima fica refém por mais de 24 h

De acordo com a Polícia Militar, dois criminosos chegaram em um carro armados e mascarados e renderam a vítima e oito funcionários de uma pousada no bairro Jabaquara.

Os banaidos ainda recolheram todos os celulares para evitar que eles chamassem a polícia e levaram os HDs das câmeras de segurança do estabelecimento.

Segundo a PM, os bandidos fugiram levando a mulher no carro dela. Pelo menos mais dois criminosos continuaram no outro carro para dar cobertura.

Ainda de acordo com a polícia, o filho da vítima ligou para ela, que atendeu dizendo que havia sido sequestrada e para "não envolver a polícia ou seria morta, que os autores querem é dinheiro".

A Polícia Civil informou que ela foi solta na Estrada Paraty-Cunha, sem pagamento de resgate.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.