• Da Redação

Prefeito Délcio Sato pede a vereadores autorização para novo empréstimo de R$ 10 milhões

A menos de dez meses da eleição, novamente sob a alegação de necessidade de investimento para as ruas da cidade, Câmara Municipal pode aprovar novo empréstimo do Executivo.

A menos de dez meses da eleição, novamente sob a alegação de necessidade de investimento para as ruas da cidade, Câmara Municipal pode aprovar novo empréstimo do Executivo. - Foto: Redes sociais

Previsto para ser votado na próxima terça-feira (10), Projeto de Lei nº 93/19, do Executivo, autorizaria a prefeitura a contratar um novo empréstimo no valor de R$ 10 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, no âmbito do programa FINISA.

O novo financiamento seria destinado para investimentos em obras de infraestrutura para recuperar o estado caótico das ruas do município.

O projeto de lei, contudo, não especifica objetivamente os projetos e custos que justifiquem o endividamento do erário.

Desde 2017, Sato, conhecido por suas reuniões públicas sobre atrair milhões de recursos para investimentos na cidade, envia agora novo projeto contraditório para conseguir dinheiro contraindo mais um empréstimo em nome da prefeitura.

A justificativa do prefeito no projeto é de que o “município não tem possibilidade de investimento imediato” em infraestrutura.

Ainda este ano, o Executivo encaminhou um projeto para a Câmara solicitando autorização para emprestar R$ 20 milhões, também junto à Caixa Econômica Federal, para pavimentar as ruas do município.

Assim como o primeiro, este segundo empréstimo também deverá ser pago somente pela próxima gestão. Ou seja, a próxima administração já começará com uma dívida de R$ 30 milhões, se a Câmara autorizar o novo empréstimo.

Revolta da população com mais um empréstimo

As redes sociais já comentam com revolta sobre a nova investida, possivelmente eleitoreira, do prefeito. Segundo Pedro Gouveia, morador de Ubatuba: "esse prefeito já perdeu o respeito pelo povo de Ubatuba e a coisa ficou escancarada agora. Para quê um novo empréstimo de 10 milhões?"

Na internet, a população já se mobiliza contra a atitude temerária e mal planejada de um novo empréstimo a ser feito por Sato, já que com baixas taxas de popularidade e aprovação, o prefeito estaria contraindo, na prática, débitos para um próximo gestor.

A prefeitura alega que o empréstimo de 20 milhões, aprovado por unanimidade pelos vereadores e já liberado pela Caixa, teria rendido a pavimentação de mais de 100 ruas na região do Centro, Itaguá e Perequê-Açu. A população, contudo, permanece altamente insatisfeita com os resultados.

Segundo Adelaide Barreto, “é lamentável se esses vereadores votarem por um novo empréstimo. É inadmissível ver o estado deplorável em que estão nossos bairros, nossa saúde e nossas escolas e estes caras só querem fazer coisa errada ou sem necessidade".

Em Caraguatatuba, a juíza substituta da 2ª Vara Cível, Marta Andréa Matos Marinho, anulou a votação do projeto de lei semelhante que emprestaria dinheiro à prefeitura daquele município.

Ruas da cidade estão em estado caótico - Foto: Redes sociais

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.