• G1 Vale do Paraíba e Região

Rodovia Rio-Santos é interditada no trecho de Maresias após queda de barreira

Uma queda de barreira interdita desde a noite de quinta-feira (27) a rodovia Rio-Santos no trecho de Maresias, Costa Sul de São Sebastião. Não há previsão para liberação da pista.

Imagem mostra local com deslizamento de terra na Rio-Santos em São Sebastião — Foto: DER/Divulgação

Uma queda de barreira interdita desde a noite de quinta-feira (27) a rodovia Rio-Santos no trecho de Maresias, Costa Sul de São Sebastião. Não há previsão para liberação da pista.

O deslizamento aconteceu por volta das 22h de quinta na altura do km 158 em Maresias. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o local foi sinalizado e as equipes e máquinas trabalham na retirada do material da pista.

O DER informou que há interdição total entre os km 158 e 162, sem opção de desvio. A orientação da Polícia Rodoviária Estadual é de que os motoristas usem como alternativas as rodovias dos Tamoios, Oswaldo Cruz ou Mogi-Bertioga.

A prefeitura de São Sebastião informa que faz o acompanhamento dos trabalhos com integrantes da Defesa Civil, Detraf e Regional Costa Sul.

Devido às chuvas intensas dos últimos dias, o talude apresenta risco para novos deslizamentos o que dificulta a liberação da Rodovia na manhã desta sexta-feira (28).

Geólogos são esperados no local para avaliação do solo e direcionamento dos trabalhos de recuperação da pista.

Imagem mostra local com deslizamento de terra na Rio-Santos em São Sebastião — Foto: DER/Divulgação

Carvalho Pinto

A Carvalho Pinto, que leva a Capital, também registrou dois deslizamentos de terra na noite desta quinta-feira (27). A concessionária informou que não há detritos na pista, mas manteve a interdição parcial para obras de desvios temporários, em caso de novas quedas.

A previsão é de que o ponto bloqueado seja liberado ainda nesta quinta, até às 18h. O bloqueio do tráfego de veículos acontece entre os km 126 e 134, apenas no sentido São Paulo.

As chuvas recentes encharcaram o solo e causaram os deslizamentos. Com a previsão de permanência da frente fria e do tempo instável, a concessionário está fazendo obras com desvios temporários em trechos com risco.

Para os motoristas que vão para a Capital, a principal rota alternativa é a via Dutra.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.