top of page
  • G1 Vale do Paraíba e região

Hospital Regional do Litoral Norte amplia vagas de UTI e enfermaria para receber pacientes com Covid

O centro médico tinha 30 vagas de UTI e 20 de enfermaria, mas passou a ter 40 leitos de UTI e 60 de enfermaria.


Hospital Regional do Litoral Norte, em Caraguatatuba. — Foto: Divulgação/Governos do Estado de SP

O Hospital Regional do Litoral Norte ampliou as vagas das UTIs e enfermarias para receber pacientes com a Covid-19. O local agora conta com 100 leitos que poderão ser usados por pacientes do Litoral e de outras regiões. O centro médico também contratou mais de 136 pessoas para atender a demanda.

A previsão inicial da Secretaria de Saúde do Estado era ampliar as vagas de forma gradativa e contar com os novos leitos até o dia 12 de abril. Apesar disso a ampliação veio com uma semana de antecedência. Antes o hospital tinha 30 leitos de UTI e 20 de enfermaria, mas agora conta com 40 vagas para a terapia intensiva e 60 vagas para a enfermaria. Os leitos já estão disponíveis e podem ser solicitados pelas prefeituras não só do Litoral Norte, mas também de outras regiões. “A gente fez um projeto com a Secretaria de Saúde do Estado para um aumento do hospital e estamos recebendo recursos. Contratamos mais de 136 funcionários pra essa nova demanda. Hoje todas as cidades podem solicitar vagas aqui pra gente que será verificado o estado de saúde do paciente e, após isso, o aceite”. Explica o Diretor Executivo do Hospital Regional do Litoral Norte, Gustavo Cursino.

O Governo do Estado estima que serão necessários R$ 2 milhões por mês para mantes os leitos e funcionários. Atualmente o hospital conta com 500 funcionários para atender a demanda, que cresceu nos últimos tempos com a pandemia. O local tem 93% dos leitos de UTI ocupados e 42% da enfermaria.

O diretor Gustavo Cursino explicou que algumas vagas de UTI estão “reservadas” caso os pacientes da enfermaria piorem e precisem do tratamento intensivo.

“Temos um plano de contingencia, deixamos alguns leitos na reserva para caso algum paciente da enfermaria precise subir para a UTI. São bem poucos leitos, mas não vamos deixar ninguém desamparado. Se for preciso transferimos para outra cidade, mas queremos deixar todos no nosso hospital”. Afirmou Cursino.

Posts Relacionados

Ver tudo
[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

bottom of page