• Portal Costa Azul

Sabesp e Fundo Social de Caraguatatuba arrecadam R$ 11 mil na Feijoada Drive Thru

Foram vendidas 368 unidades e além da arrecadação que será revertida em cobertores e cestas básicas a Companhia doou 5 litros de feijoada a instituição social.


Foto: Divulgação/Sabesp


A “Feijoada Solidária Drive Thru” em prol da campanha do agasalho “Inverno Solidário 2021”, que já virou tradição em Caraguatatuba, arrecadou R$ 11 mil com a venda de 368 unidades, 18 a mais do que a meta prevista de 350 feijoadas. Na edição de 2020, foram R$ 7,6 mil, revertidos em cerca de 450 cobertores novos.

O evento, realizado novamente no sistema “drive thru” para evitar aglomerações devido à pandemia da COVID-19, é fruto de uma parceria entre a Sabesp, por meio do grupo de voluntariado da Unidade de Negócio do Litoral Norte, e o Fundo Social de Caraguatatuba. O objetivo é de arrecadar recursos para aquisição de cobertores, lençóis, roupas e meias para aquecer famílias em situação de vulnerabilidade social assistidas pela entidade.

Vendidos a R$ 30,00, os vouchers esgotaram-se ainda na sexta-feira (25), antes mesmo da realização do evento.

Neste ano, a força-tarefa contou com a participação de 25 voluntários incluindo equipes da Sabesp, do Fundo Social de Solidariedade de Caraguatatuba e também da EMEF Dr. Carlos de Almeida Rodrigues (Indaiá) – escola que sediou pela segunda vez a feijoada solidária.

Para a produção da comida, foram utilizados cerca de 131 quilos de carne, incluindo linguiças calabresa e portuguesa, lombo, carne seca, paio, costela, pé e orelha, além de 65 quilos de torresmo, 112 maços de couve, 40 quilos de arroz e 32 quilos de feijão preto.

Também foram doados 5 litros de feijoada para à Comunidade Terapeuta Restitui, instituição filantrópica que atua desde 2010 no município e atende atualmente a 50 internos em tratamento para dependência química e alcoolismo. A entidade recebeu ainda cerca de 5 kg de arroz cozido, 2 kg de farofa e 4 litros de molho vinagrete.

Segundo Ana Luiza Moura Motta de Mendonça Oliveira, representante do voluntariado da Sabesp, o evento foi pensado em cada detalhe. “Desde a qualidade dos insumos para que quem comprou fosse realmente compensado pela ação, até a logística de entrega preservando a saúde e proteção de todos, seguindo todos os protocolos contra a COVID-19”, destacou.

Luceli Cotia, coordenadora da Comunidade Terapêutica Restitui, falou sobre a feijoada doada pela Sabesp e Fundo Social. “Foi um diferencial no cardápio dos acolhidos, que a receberam com alegria. Para a instituição a oportunidade de ofertar algo diferente para os internos é de grande importância.”

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Samara Bastos de Aguilar, comemorou o esforço coletivo para ajudar às famílias vulneráveis de Caraguatatuba. “Para nós, é uma alegria enorme fazer parte de um evento como esse todo ano. A Sabesp se propõe a fazer grandes ações para arrecadação para o Inverno Solidário e neste ano houve sucesso absoluto não só de vendas como de alegria e solidariedade”, disse a primeira-dama.

O superintendente da Sabesp no Litoral Norte, Rui César Rodrigues Bueno, falou sobre a importância da solidariedade em tempos tão difíceis. “É um momento em que precisamos unir esforços para ajudar e aquecer àqueles que não têm como se proteger no inverno, ainda mais em tempos de pandemia, com tantas famílias sofrendo pela falta alimentos e agasalhos. No ano passado vendemos 306 unidades e neste ano ampliamos a oferta para 368 feijoadas. Nossa meta para 2022 é disponibilizar 400 unidades ou mais. Agradeço a cada pessoa que adquiriu seu convite pela solidariedade e a todos os voluntários envolvidos. Se todos fizermos um pouco dá para esticar nosso cobertor e aquecer ainda mais pessoas de nossa comunidade”, finalizou.

[ Charge ]_______________________________

Deixe aqui sua opinião de tema e comentários

Obrigado! Mensagem enviada.

[ Últimas Notícias ]________________________